Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO - AINDA O SIMULACRO "BRINCAR" DE ONTEM...

 

Começam a chegar as primeiras reacções dos incondicionais apoiantes de João Paulo Baltazar, em relação ao que escrevi no post anterior. 

Já as aguardava, até me levantei mais cedo para responder às mesmas.


Claro que os simulacros são importantes e eu como formador - com CAP - na área da Higiene Saúde e Segurança no Trabalho, sei-o por formação e por experiência!

Mas os simulacros não podem ser usados com outros fins que não os de promoverem a prevenção e ajudarem todos - agentes a todos os níveis da protecção civil e população em geral - a estarem melhor preparados para situações extremas.

Ora sendo assim, não podemos fugir às seguintes e relevantes questões:

 

i. Onde - na página da Câmara - é que se encontra publicado o Plano Municipal de Emergência e Protecção Civil e a constituição da sua estrutura orgânica? Até há 10 minutos atrás e para o caso de irem agora a correr fazê-lo, não estava! A população precisa de estar na posse desse tipo de informação!

As juntas de Freguesia por exemplo, como Órgãos do Poder Local de maior proximidade, têm conhecimento concreto deste Plano? Quem de cada Junta esteve presente?

ii. No simulacro ontem efectuado, foram ou não envolvidas as Unidades de Saúde do Concelho e o Hospital Público? Quem de cada uma destas várias entidades esteve presente e com que meios?

Por outro lado, dos vários responsáveis de várias Associações com quem tenho conversado sobre o assunto, ninguém (ainda) conhece este Plano.

iii. Quando vai ser publicado o Relatório deste simulacro e respectiva apreciação crítica - porque um simulacro serve exactamente para isso: descrever o que se fez - bem, menos bem ou mal e retirar daí conclusões para o futuro?

iv. Que acções descentralizadas se pensa efectuar - se é que pensa - para debater com as populações o resultado concreto do referido Relatório?

v. Portanto, resumindo e concluindo, quando é que vamos ter um Plano a sério - devidamente aferido - e amplamente divulgado a nível do Concelho?

 

Que fique portanto claro, que quando falo em 'brincar' aos simulacros me refiro apenas a quem o liderou - e em relação a ele, até me apetecia retirar as 'aspas' que coloquei na palavra - porque os operacionais e as dezenas de civis envolvidos, esses merecem-me todo o respeito!

 

Mas vamos ser sérios e não usarmos coisas também muito sérias para fins menos sérios como sejam a manhosice política e as estratégias pré eleitorais encapotadas! Nem os operacionais e civis envolvidos, nem a população de Valongo o merecem. E nem os meios cada vez mais escassos de que todos dispõem, permitem que se esbanje energia e dinheiro para 'levar a água a outros moinhos'-

publicado às 11:29

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D