Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO - O REGRESSO DO 'PREC'?

Começa mal o período pré-eleitoral em Valongo.

Muitos criticaram e com razão ocorrências destas na chamada fase do 'PREC, só que nessa altura a 'panela' estava ainda com uma pressão relativamente elevada, que não desculpando, pelo menos sociologicamente nos ajudava a perceber determinado tipo de comportamentos.

Hoje, passados tantos anos sobre os cravos vermelhos de Abril, o que fizeram à propaganda eleitoral de uma das forças em presença na corrida à Câmara de Valongo (o Partido Socialista) que foi totalmente vandalizada não encontra nenhuma atenuante.

 

E o vandalismo não foi amador nem o 'trabalho' feito de improviso! 

Quem o fez preparou moldes, fez cartazes autocolantes com mensagens insultuosas, danificou estruturas e suportes publicitários que são pagos pelo erário público (convém não esquecer que quem paga este tipo de meios, são as subvenções de campanha, isto é, todos nós) e isso agrava e qualifica de forma especial este tipo de crime.


Se eu fosse investigador - sei que o assunto está já no Ministério Público e tem merecido destaque na comunicação social - partiria de duas perguntas simples:


1. Quem ganha com a destruição dos meios de campanha de um adversário político?

2. Quem investiu o que tinha e o que ficou a dever, para que José Manuel Ribeiro não fosse o líder da concelhia do PS e portanto, o candidato deste Partido à Câmara de Valongo?


Claro que eu tenho um feeling, mas para não 'contaminar' a investigação não o vou partilhar.

Por enquanto...

Como diria o outro, para quê complicar o que é (aparentemente) simples?

Levanto apenas uma pontinha do véu: que tal, 115 respostas para uma destas perguntas e senão outras tantas, pelo menos algumas relevantes para a outra. Depois, é só meter alguns dos mais conhecidos torcionários no 'quarto escuro' sem bifanas nem cerveja durante um bom par de dias, para que comecem a contar tudo que aconteceu e mais alguma coisa que esteja eventualmente para acontecer.

 

Relevante e bem visível - e por isso aqui a assinalo - a diferença de comportamento de todos os activistas em 2009!


No seio do Partido Socialista, onde como todos se lembram, tinha ocorrido uma ruptura violenta, com dezenas de processos de expulsão de militantes existiam dolorosas 'feridas e no PSD de Fernando Melo temia-se seriamente uma derrota (conseguiu a mais pequena maioria do País). Mesmo assim, nada disto ocorreu!

Que desespero é este portanto?


 

publicado às 17:42

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D