Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO - UMA REUNIÃO A JACTO...

Notícias sobre a reunião pública de Câmara de hoje, mais uma a jacto, daqueles que voam muito depressa...

 

Ficamos a saber que aquela promessa muito badalada de Fernando Melo - o 'mega projecto' de reabilitação do velho quartel dos bombeiros, onde já se gastou um dinheirão em trabalho de gabinete  e no 'embelezamento plástico' da fachada com aquele painel gigante que tanto jeito deu na propaganda eleitoral do regime, mas que de tanto esperar, atacado por chuvas e ventos, por geadas, granizo e sol abrasador, se foi para o ecoponto ou para o aterro, sem honra nem glória.

 

A maquete exposta junto à entrada do edifício feio onde se situa a sede do poder incapaz de ultrapassar a fase de projecto, essa bem 'tentava dizer-nos', cada vez que passávamos por ela, que havia de crescer no quarteirão ao lado, até à escala real...

Nem sei bem se ainda lá está, mas se está, pelo que hoje soubemos, irá também a curto prazo para o caixote do lixo, rendida por um boneco mais simples, se o QREN (Quadro de Referência Estratégica Nacional) cabimentar e se a AMA (Agência para a Modernização Administrativa)  estiver interessada em lá instalar uma Loja do Cidadão.

De promessa em promessa a Câmara incapaz de as cumprir, cede o lugar na fila a quem a queira substituir no projecto seguinte.

Ao menos o possível incumprimento deixará de pesar no seu enorme passivo de mentiras.

 

Eu acho - e tenho a vaga sensação de que nem o deveria dizer - que o candidato do regime só teria a ganhar se se demarcasse desse imenso passivo de promessas falhadas de Fernando Melo e da imensa lista de asneiras, de erros e de omissões que caracterizaram o seu nefasto reinado...

 

Ficamos a saber ainda, 'lendo nas entrelinhas' das palavras de João Paulo Baltazar,  que Alfena bem pode sonhar com o esquecido nó do Lombêlho, o qual afinal, 'nem é assim tão importante, dado que os invocados constrangimentos não são afinal significativos'  - esta última parte não ficou nas 'entrelinhas', ficou mesmo nas 'linhas'!

 

Tempo ainda - no meio do 'corre corre' rumo à meta - para nos deliciarmos com mais uma pérola do Senhor Consultor, perdão, consultor é noutro santo lugar, porque aqui, é apenas o menor dos vereadores e daí a necessidade de tamanha produção de pérolas...

 

Disse o senhor vereador menor, que a Câmara deve esquecer a Lei de enquadramento do PAEL - que obriga a publicar a lista de pagamentos em atraso - porque ele tem 'dúvidas sobre a obrigatoriedade dessa publicação'. 


(Sua eminência tem dúvidas, vejam só!).


Aconselha por isso o presidente da Câmara - conselheiro portanto - a que futuramente, 'peça um parecer jurídico antes dessa publicação'.

Fiquei com a vaga sensação de que sugeria de forma sub-reptícia que fosse ele a emitir esse parecer...

 

É sempre divertido ver alguém que fez parte de um projecto de cidadania onde a transparência, a abertura à participação dos cidadãos, a crítica à enquistada opacidade da Câmara eram a marca de água,  passar numa espécie de passe de mágica, para o hemisfério oposto, aquele onde os olhares indiscretos da populaça não conseguem penetrar e onde na penumbra morna do ar condicionado, medra toda a espécie de fungos que destroem em cada dia que passa, um pouco mais da já escassa credibilidade do poder local democrático.

 

Claro que sua eminência foi hoje, simplesmente igual a si próprio e por isso não nos surpreendeu, porque já o sabíamos desde 2009. Deu razão aos muitos que então nos avisavam, de que com ele, a Coragem de Mudar nunca conquistaria a Câmara.

Não sei se aqueles a quem se tenta agora colar terão ou não este aspecto em linha de conta, mas por mim, espero bem que não - por razões óbvias...


PS (apenas para registar um 'fait divers'): Tem sido habitual a presença nas reuniões de Câmara (e ontem lá estava ele novamente) do elemento do grupo dos ex-donos da Coragem de Mudar a quem foi atribuída uma sinecura nos SMAES.

Caso para perguntarmos, se a participação nestas reuniões implica o pagamento da respectiva senha de presença...

 

publicado às 22:11

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D