Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO - 'FENÓMENO SÍSMICO COM NÍVEL ELEVADO DE EMISSÕES GASOSAS'...

 

Depois de uma feijoada bem forte mas algo atribulada com o pessoal das oficinas - parece que os convidados é que pagavam a despesa e nem todos terão gostado da graça - João Paulo Baltazar saiu a correr para tomar sais de frutos e terá passado o resto da tarde a beberricar chá de cidreira intercalando com o atendimento de telefonemas do pessoal do gosto mais fino e da 'cozinha gourmet' reivindicando um equivalente repasto para poder posar também 'para memória futura' ao lado do futuro ex-presidente.

 

O chefe de gabinete, esse não pôde ajudar muito a gerir o incómodo, dado ter ficado a fazer o balanço dos gastos - "tanto de chispe, tanto de salpicão, tanto de carne de vaca, tanto de presunto e toucinho, o feijão, a morcela, os legumes" - e tudo o mais que uma boa e indigesta feijoada exige, para não falar já nos vários acompanhamentos (o arroz por exemplo, o bom do tintol e o bagacito para acelerar a digestão) e que o CCD terá que custear.

 

O problema mais desagradável foi mesmo o nível das sobras, que apesar da boa pedalada dos que ficaram e que se fartaram de repetir, foi elevado, dado o abandono de um grande número de contestatários que se recusaram a participar na encenação.

 

Pena não haver esta semana reunião pública de Câmara! A feijoada recessa e aquecida como mandam as regras ainda costuma ser melhor do que no momento da confecção e os senhores vereadores - e porque não também o público e jornalistas habituais - até podiam alinhar numa boa pratada ajudando a evitar o desperdício... 

Assim, o mais certo é ir tudo para o contentor.

 

Seja como for e pese embora a afluência não ter sido tão elevada como se previa, os sismógrafos de Valongo já registaram uns quantos abalos sísmicos com epicentros em vários locais diferenciados e os odómetros também detectaram desde o início da tarde um acréscimo significativo das emissões gasosas libertadas - que no entanto têm vindo a baixar, devido ao aumento dos níveis do trânsito... intestinal!

 

O meu contacto no interior do reduto - um tal 'Edward Snowden' - relatou-me no entanto um facto preocupante (para o governo PSD): parece que alguns colaboradores presentes - dos que alinharam na encenação e que até já tinham manifestado a intenção de furar a greve geral que decorrerá no dia de hoje - terão confidenciado à saída, já com os primeiros sinais do fenómeno sísmico a começarem a ocorrer, que dadas as circunstâncias, o mais provável era ficarem também por casa.

 - Se quiserem, incluam-me no grupo dos grevistas - afinal, sempre é melhor, do que ter de confessar que estou a 'fazer de leque' - desabafava o Ambrósio mecânico, perante os acenos de concordância de vários colegas.

 

Parece que vai ser um dia calmo na Câmara de Valongo este 27 de Junho - o dia da greve geral da Função Pública e o dia seguinte à feijoada indigesta do futuro ex-presidente da Câmara, João Paulo Baltazar e do seu futuro ex-chefe de gabinete, Rui Marques.

publicado às 01:30

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D