Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

'ESQUELETOS' DE VALONGO - RUMO À LIBERDADE!

Há quem diga que o ambiente que se vive no interior da Câmara 'eventualmente mais corrupta' do Grande Porto com excepção de Gaia, é de 'cortar à faca'.

Fala-se da instalação em ritmo frenético, de 'sensores' que vigiam 24 sobre 24 horas a evolução da ameaça maior para João Paulo Baltazar: a ruptura, por excesso de peso e de lotação, do 'armário dos esqueletos'.

Terá sido mesmo activado um plano de contingência que prevê a transladação dos mais malcheirosos, pela calada da noite, para ambiente mais resguardado, visando dessa forma evitar que possam de algum modo perturbar o sono reparador de SAR (sua alteza real) D.João Paulo Paulo Baltazar de Vallis Longus.

 

Porém...

 

A 'arte' fúnebre é psicologicamente muito exigente e nem todos os 'gatos pingados' estarão à altura da tarefa, já para não falar nos inúmeros actos de pura e mais que evidente resistência passiva que se têm registado. Talvez porque uns e outros, impreparados e resistentes, acreditem mesmo que libertados do pó e da penumbra do ambiente protegido dos atafulhados armários, os falecidos se ponham a contar as inconveniências que todos sabemos mas não ousamos dizer porque não conseguiríamos provar.

 

E mais...

 

Acrescentando preocupação à preocupação que já sobrava, os Tribunais, também eles fiéis depositários de alguns 'molhos de ossos', talvez por contingências orçamentais e falta de capacidade de acondicionamento, em vez de reforçarem os meios de retenção dos mesmos pelo menos até depois das eleições, começam a deixar que se escapulam para a praça pública, alguns inesperadamente saltitantes e com ar visivelmente falador, para escândalo dos mais ingénuos e gáudio dos mais bem informados, para quem isto já há muito era antecipado, logo,  nada surpreendente.

 

Enquanto isto...

 

A 'empresa familiar de gestão da coisa pública' instalada nos 'Paços do Concelho' de Vallis Longus (Primos, Manos, Cônjuges & Companhia Lda.) já reforçou a aquisição de redes aprisionadoras, semelhantes às usadas pelo saudoso Fernando Melo para promover a captura de cães abandonados, que como todos sabemos, é uma das competências do presidente de Câmara - ao que parece não delegada.

Acham eles que se o artefacto consegue apanhar um cão assustado, também não será impossível aprisionar um esqueleto/atleta e evitar que fale do que não deve...

 

Alerta moderado aos valonguenses moradores na área envolvente ao condomínio municipal da avenida 5 de Outubro:

 

Se a meio de uma das noites que faltam daqui até às eleições ouvirem um 'restolhar' semelhante ao que provocariam dezenas de castanholas a baterem descompassadamente e ao mesmo tempo, não entrem logo em pânico: Será provavelmente e tão só, a corrida rumo à liberdade de algum dos mencionados falecidos. Escancarem as janelas, acendam as luzes, acordem os vizinhos e aplaudam todos o regresso do ex finado ao mundo dos vivos e dos seres falantes e incentivem-no com as vossas palmas, para que comece a 'cantar' - ou então, que se cale para sempre.

publicado às 02:21

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D