Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

CÂMARA DE VALONGO - COMO SE 'TORRA' O NOSSO DINHEIRO...

Tinha combinado comigo próprio que iria exumar um 'esqueleto' por dia, para manter uma média equilibrada até às eleições.

Tinha, mas a abundância é tanta, estão tão atafulhados os tentadores armários, que por vezes, reconheço-o, nem sempre é fácil resistir à atracção fatal daquelas cavidades orbitais a olharem-me nos olhos...

 

Foi o caso de hoje, em que pela segunda vez volto aqui à 'Terra' para dar o devido destaque à excelência, diria mesmo à mestria com que a nossa Câmara leva à prática a exigente 'arte' de mal gerir os dinheiros públicos.

 

O caso já tem algum tempo e é mais um processo já transitado em julgado, condenando a Câmara a pagar um verba elevada - tenho ideia que é superior a 100 mil EUR, por incumprimento do contrato de aluguer do edifício do tribunal velho à altura da transferência para o novo edifício.

 

O ilustre jurista avençado da Câmara, o Dr. Bolota Belchior, 'esqueceu-se' - há quem diga que se empanturrou propositadamente de queijo -  de que o senhorio tinha direitos e a Câmara os correspondentes deveres e vai daí o Sr. Varandas interpôs uma acção exigindo o pagamento do aluguer até final do prazo previsto no contrato.

 

Aparentemente, um esquecimento lamentável que se resolveria imputando ao causídico a responsabilidade financeira por este erro - pelo menos, era o que eu faria se fosse presidente de Câmara e tivesse sempre a noção de que estava a gerir dinheiro público. Não foi porém isso isso que foi feito e pior, o advogado que assina a carta interpondo a acção contra a Câmara, pertence ao escritório do Dr. Bolota!

 

Estranho? Talvez nem tanto, se tivermos em conta que estamos na 'Valongo profunda' da profunda promiscuidade entre o mundo dos negócios e a administração da coisa pública, da gestão negligente, do compadrio, da corrupção enfim!

 

Mas há mais 'molho'!

 

Amigos atentos alertaram-nos na altura em que o processo se despoletou, para mais este atentado contra as finanças do município. Partilhamos a informação com a 'alma mater' da Coragem de Mudar, que 'ficou de ver o assunto' e pediu algum sigilo para 'não 'espantar a caça'.

Ficamos portanto atrás da moita à espera do 'tiro' e como tardávamos em ouvir o estrondo, fomos espreitar e vimos o que não queríamos imaginar: os dois agora ex vereadores da Coragem de Mudar, já em processo de migração para a actual geometria variável, ou dito de outra forma, para a qualidade de simples post-it do candidato do poder, preparavam calmamente os lençóis e o dossel do 'concubinato' com o PSD!

 

Fizeram alguma diligência para denunciar mais este rombo nas finanças da Câmara? Claro que não, porque parceiros sendo, adversários deixaram de o ser!

 

E pronto... só hoje já vou numa 'facturação' negativa da ordem dos 250 mil EUR!


Quem achar que em 29 de Setembro deveremos confiar num presidente que nos torra o Orçamento desta forma irresponsável, ponha o braço no ar!

 

publicado às 22:25

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D