Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

CÂMARA DE VALONGO - COMO SE 'TORRA' O NOSSO DINHEIRO...

Tinha combinado comigo próprio que iria exumar um 'esqueleto' por dia, para manter uma média equilibrada até às eleições.

Tinha, mas a abundância é tanta, estão tão atafulhados os tentadores armários, que por vezes, reconheço-o, nem sempre é fácil resistir à atracção fatal daquelas cavidades orbitais a olharem-me nos olhos...

 

Foi o caso de hoje, em que pela segunda vez volto aqui à 'Terra' para dar o devido destaque à excelência, diria mesmo à mestria com que a nossa Câmara leva à prática a exigente 'arte' de mal gerir os dinheiros públicos.

 

O caso já tem algum tempo e é mais um processo já transitado em julgado, condenando a Câmara a pagar um verba elevada - tenho ideia que é superior a 100 mil EUR, por incumprimento do contrato de aluguer do edifício do tribunal velho à altura da transferência para o novo edifício.

 

O ilustre jurista avençado da Câmara, o Dr. Bolota Belchior, 'esqueceu-se' - há quem diga que se empanturrou propositadamente de queijo -  de que o senhorio tinha direitos e a Câmara os correspondentes deveres e vai daí o Sr. Varandas interpôs uma acção exigindo o pagamento do aluguer até final do prazo previsto no contrato.

 

Aparentemente, um esquecimento lamentável que se resolveria imputando ao causídico a responsabilidade financeira por este erro - pelo menos, era o que eu faria se fosse presidente de Câmara e tivesse sempre a noção de que estava a gerir dinheiro público. Não foi porém isso isso que foi feito e pior, o advogado que assina a carta interpondo a acção contra a Câmara, pertence ao escritório do Dr. Bolota!

 

Estranho? Talvez nem tanto, se tivermos em conta que estamos na 'Valongo profunda' da profunda promiscuidade entre o mundo dos negócios e a administração da coisa pública, da gestão negligente, do compadrio, da corrupção enfim!

 

Mas há mais 'molho'!

 

Amigos atentos alertaram-nos na altura em que o processo se despoletou, para mais este atentado contra as finanças do município. Partilhamos a informação com a 'alma mater' da Coragem de Mudar, que 'ficou de ver o assunto' e pediu algum sigilo para 'não 'espantar a caça'.

Ficamos portanto atrás da moita à espera do 'tiro' e como tardávamos em ouvir o estrondo, fomos espreitar e vimos o que não queríamos imaginar: os dois agora ex vereadores da Coragem de Mudar, já em processo de migração para a actual geometria variável, ou dito de outra forma, para a qualidade de simples post-it do candidato do poder, preparavam calmamente os lençóis e o dossel do 'concubinato' com o PSD!

 

Fizeram alguma diligência para denunciar mais este rombo nas finanças da Câmara? Claro que não, porque parceiros sendo, adversários deixaram de o ser!

 

E pronto... só hoje já vou numa 'facturação' negativa da ordem dos 250 mil EUR!


Quem achar que em 29 de Setembro deveremos confiar num presidente que nos torra o Orçamento desta forma irresponsável, ponha o braço no ar!

 

publicado às 22:25

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D