Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO E AS ANALOGIAS - O LUTO DOS VIRA-CASACAS...

Não tenho a certeza se era nos mesmos que me ocorrem, que o Dr. Castro Neves estava a pensar quando me enviou este artigo de Paulo Reis Mourão publicado no Público.

 

Falava o Dr. Castro Neves em analogias e as mais próximas que consigo encontrar, já vestiram casaca com o mesmo padrão e, curiosamente ou talvez não, concluíram ao mesmo tempo, pela necessidade de a virar.


Tão inimigos que eles eram, acabaram afinal irmanados na constatação da sua inutilidade, a dar água sem caneco do outro lado da trincheira, ao inimigo de ontem - embora menos inimigo de uns que do outro e agora amigo dos três.

 

Porque vivemos tempos difíceis de frágeis fidelidades, onde qualquer desatenção pode representar a morte do artista, João Paulo Baltazar optou pela estratégia dos Papas de Roma: Porque não confia inteiramente nos romanos, transformou-os em guardas suíssos para lhe guardarem o flanco.

 

Ainda que não fossem muito fortes os laços que a elas os ligavam, a uns e ao outro ficava-lhes bem, fazer um período de luto pela perda das suas convições. Mas o verão é uma estação de muitas tentações e perante a força do assédio vindo do outro lado, quais viúvas alegres estouvadas, rapidamente aliviaram o luto e se acomodaram na alcova do inimigo.

 

Gostos não se discutem...


 

 

 

publicado às 02:08

2 comentários

  • Imagem de perfil

    cneves 28.08.2013

    Concordo inteiramente meu caro migo Sr. Silva Pereira.
    A abordagem do ilustre articulista não é inteiramente rigorosa e temos aliás em Alfena o exemplo vivo de tantos que ainda se deixam enganar pelo 'canto da sereia' dos vendedores de um projecto pseudo-independente que já provou à saciedade ser um embuste.
    Oferta de botijas de gás, para além das promessas de continuidade dos 'casos de polícia' relacionados com a atribuição do RSI continuam a ser as formas privilegiadas para promover o embuste.

    Um abraço
    CN
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D