Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

CÂMARA DE VALONGO - OS 'TENTÁCULOS' DA CRISE...

Ainda a propósito do meu post anterior - sobre o artigo de opinião publicado no Jornal Novo de Valongo (ESTE) -  recebi o comentário que tomei a liberdade de içar para este espaço mais visível do Blog.

O assunto não morrerá seguramente aqui, uma vez que a actual vice presidente de Câmara e 'proprietária' da ADICE, apesar dos múltiplos 'telhados de vidro' de que se tem vindo a rodear, persistiu em nos privilegiar com uma posição de destaque na lista de candidatura 'a vitória de todos' à Câmara.

 

Sendo ela um elemento destacado da 'máquina laranja' é inadmissível que não tivesse ao menos a atenção para com o seu cabeça de lista no sentido do o poupar a constrangimentos - se é que ele ainda é capaz de os sentir a propósito do que quer que seja - do género "anexos clandestinos de R/C e 1.º andar"  com processo de irregularidade urbanística arquivado, com base em informações falsas prestadas aos Serviços e outras situações comprometedoras sobre as quais a seu tempo ainda aqui falarei...

 

Quem pensa que já conhece tudo sobre a corrupção galopante na Câmara de Valongo  e sobre as tentaculares ligações à ADICE e outras 'adices', nem  imagina o 'pouco' que conhece !

Quem pensa que essa corrupção 'era só no tempo do Melo' - alguns mais igénuos ainda estão nesse 'registo' - nem sonha com o recheio que resta no 'armário dos esqueletos'!

 

Pena que, como diz o Sr. Silva Pereira, os vereadores eleitos pela Coragem de Mudar em tempos tão activos na denúncia das tentaculares ligações à ADICE, tenham hipotecado todo o acervo de críticas que foram produzindo, 'a crédito' da sua 'relação aberta' com João Paulo Baltazar... 

  

O comentário:

 

Caro Amigo e Sr. C. Neves:

Relato fiel e claro de mais um momento infeliz (para não dizer outra coisa) desta Câmara que, ainda, temos.
A ADICE é preferência antiga, bem conhecida e por demais evidente. Recordo-me, até, de uma intervenção da Vereadora M J Azevedo - ainda não era notório o apoio ao Executivo - em que se rebelava contra os frequentes protocolos estabelecidos com aquela instituição e que vinham a reunião camarária, para decisão. "Sempre a ADICE , sempre a ADICE ", são palavras de M J Azevedo. Não há opinião que não varie, quando os nosso interesses mudam! 

Quanto ao presente caso, entendo não ser demais realçar a nobreza de atitude e estoicismo da Vereadora Luísa Oliveira. Perante o ataque, pleno de cinismo, do Vereador Pedro Panzina (em mais um propósito evidente de magoar e enervar) e, também, a posição assumida pelo seu ex-correligionário, Dr. Afonso Lobão, portou-se com enorme dignidade, o que, por aqueles lados, parece ser cada vez mais raro. Julgo que o Dr. J.M.Ribeiro se equivocou grandemente, não tendo colocado a Dra. Luísa Oliveira no segundo lugar da lista para a Vereação, nas autárquicas deste ano. Obviamente, nada tenho a ver com o assunto, pois, como sabe, não sou PS, mas, até prova em contrario, julgo que foi um erro.

Um abraço amigo

J Silva Pereira

publicado às 13:19

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D