Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VOCÊ E O FACEBOOK - NÃO OFENDA NINGUÉM, SOBRETUDO OS AMIGOS...

Na era das redes sociais, começa a ser uma questão recorrente a de se saber por onde passa a fronteira diáfana que delimita o espaço privado, aquele onde podemos dizer tudo sem temermos que alguém do lado de fora do nosso portão possa escutar e daí extrair alguma consequência e o outro, equivalente ao passeio da rua, ao largo ou à praça, onde 'tudo o que dissermos pode ser usado contra nós'...


Todos já lemos algum dia alguma notícia sobre uma qualquer empresa que despediu um qualquer trabalhador, só porque ele publicou no Facebook um comentário considerado ofensivo por um qualquer chefe ou mesmo pelo seu patrão.

 

Tomando o exemplo da já referida rede social, importa desde logo ter em conta que tudo começa quando definimos as condições de privacidade da nossa página, isto é, quem tem acesso àquilo que publicamos.


O nível de privacidade mais comum, será talvez o dos 'AMIGOS'. Logo, só estes é que conseguem acompanhar o que vamos publicando, funcionando a nossa página como uma espécie de 'diário', fechado com uma daquelas chavinhas minúsculas que os miúdos conhecem bem e da qual mandamos fazer tantas cópias quanto for o número daqueles a quem concedemos o título de 'amigo', os quais podem sempre que queiram entrar, comentar, partilhar as nossas publicações.

Portanto, conteúdos eventualmente ofensivos só podem ser vistos por eles e só implicarão alguma consequência se se referirem a alguém deste nosso círculo.

 

Coisa diferente seria por exemplo, se eu neste Blog escrevesse que o nosso primeiro ministro é um FdP ou um ladrão - e que fique claro que não vou escrever nada disso! - porque este Blog tem perfil público, logo, como bem diria monsieur de la Palice tudo o que eu digo já não é de âmbito privado.


Tomando o exemplo anterior, seria a mesma coisa que gritar os mesmos epítetos em plena rua, para quem me quisesse ouvir: teria seguramente a polícia à perna ou alguém a apresentar uma queixa contra mim no Ministério Público.

 

Ainda confinado ao mesmo exemplo, escrever isso na minha página do Facebook, equivaleria (apenas) a dizê-lo numa amena cavaqueira no jardim da minha casa e para a qual tivesse convidado os meus 'amigos' desta rede social. 

Desde que não 'falasse' demasiado alto para me fazer ouvir do outro lado do muro, nada do que dissesse poderia configurar qualquer tipo de crime.

 

Mas é claro que não foi sempre assim!

 

Nos tempos da 'outra senhora' correria o risco de entre os ditos 'amigos' poder estar presente um 'bufo' que fosse a correr delatar-me e isso seria o suficiente para uma estadia em Caxias.

 

Resumindo:

 

Por todas as razões e mais alguma, evite escrever coisas que possam ser consideradas ofensivas para quem quer que seja, mas sobretudo, que não o sejam para os membros da sua roda de 'amigos'.

Porque esses sim, podem usar isso contra si.

 

(Relembro que me confinei apenas ao exemplo do nível de privacidade 'AMIGOS').

 

publicado às 17:58

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D