Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO - A CONFIRMAÇÃO DE UMA COLIGAÇÃO INVENTADA...

Apesar das 'explicações' do próprio, referidas no artigo que se segue de Luís Chambel no jornal A VOZ DE ERMESINDE,  vale a pena voltar ao assunto Daniel Torres...

 

O que o deputado diz pode até ser verdade, mas o facto de ele ter 'assistido de camarote' à troca de mimos a que A Voz de Ermesinde faz referência - com uso do direito de resposta e tudo - torna-o conivente com a encenação do PSD e de João Paulo Baltazar em relação à 'coligação' com o PPM. Como a coisa deu para o torto, vem agora finalmente pôr os pontos nos 'ii'.

 

Só que passou tempo demais para que essa tentativa de repor a verdade soe a requentado.

Há 'fotografias' que, por maior que seja o esforço do 'fotógrafo', saem sempre tremidas e esta é uma delas

Bem pode o republicano Daniel Torres propalar aos quatro ventos  que é vermelho como o nosso o sangue que lhe corre nas veias, que sempre nos ficará a impressão de ver tons de azul no mesmo...

 

O artigo de A VOZ DE ERMESINDE:


A palavra de Daniel Torres Gonçalves ainda a propósito da coligação autárquica concelhia PSD/PPM

 

Foto ARQUIVO ALBERTO BLANQUETT
Foto ARQUIVO ALBERTO BLANQUETT

Terão presente os nossos leitores mais atentos a questão que o nosso jornal levantou a propósito da coligação PSD/PPM, a qual, conforme apontámos, seria apenas uma forma de o PSD concelhio não enfrentar as eleições carregando às costas o ónus de apresentar uma candidatura claramente identificável com o partido do Governo.

 

Nesse sentido apontámos a nossa dúvida sobre se Paulo Basto, do PPM, seria eleito para a Assembleia Municipal.

A esse propósito responder-nos-ia o vice-presidente da Comissão Política Nacional do PPM, Manuel Beninger, apontando que não seria correcta a conclusão tirada pelo jornal “A Voz de Ermesinde” de que ao não ser colocado na Assembleia Municipal o candidato Paulo Basto (sempre publicamente apontado como o rosto do partido na coligação PSD/PPM em Valongo), tal mostrava que o «uso da sigla do PPM era um mero pró-forma para o PSD não aparecer sozinho, tentando não arcar muito com as custas de um símbolo associado à governação, como seria a candidatura única do PSD».

Usando o «direito de resposta (...) para cabal esclarecimento da notícia», o PPM refutava a afirmação e apontava a a eleição de Daniel Torres Gonçalves (na imagem) em nono lugar como o melhor desmentido, isto além da colocação de Paulo Basto em 13º lugar na lista e de César Braia como suplente.

O que o PPM não explicava é porque antes nunca tinha sido apontado publicamente Daniel Torres Gonçalves como representante do PPM, mas apenas Paulo Basto e César Braia.

Dizíamos então : «(...) A explicação é simples. Daniel Torres Gonçalves é, de há muito, um destacado militante do PSD no concelho de Valongo, chegando há poucos anos, inclusive, a presidir à JSD concelhia (...)».

Ora agora é o próprio militante social-democrata que, em comunicado, nos vem dar razão: «Tendo tido conhecimento de que foi invocado o meu nome num assunto relativo às relações entre o PSD e o PPM em Valongo, assunto no qual não pretendo gastar mais tempo do que o essencial para elaborar o presente comunicado, cabe-me dizer o seguinte:

1. Sou militante do PSD há mais de 10 anos – período durante o qual desempenhei diversas funções dentro do partido (ao nível local e distrital, nomeadamente enquanto presidente da JSD da freguesia de Valongo, presidente da JSD do concelho de Valongo e presidente do PSD da freguesia de Valongo) e ao serviço do partido (enquanto deputado municipal e deputado metropolitano);

2. Integrei a lista candidata à Assembleia Municipal, nas eleições do passado dia 29 de setembro, a convite do PSD da freguesia de Valongo;

3. Fui absolutamente alheio à constituição da referida lista – nomeadamente, no que concerne às negociações entre o PSD e o PPM;

4. O termo de aceitação que assinei para integrar a lista da coligação “A Vitória de Todos” foi igual ao de todos os restantes membros da lista;

5. Não tenho qualquer ligação ao PPM, sendo que sempre me regi pelos ideais republicanos, dos quais sou fervoroso defensor.

O membro da Assembleia Municipal de Valongo,

Daniel Torres Gonçalves».

Isto é, o assunto, que para nós já era claro no que à coligação dizia respeito, fica agora ainda mais esclarecido.

Tal como aponta Daniel Gonçalves, não é preciso dizer mais nada.

publicado às 23:31

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D