Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

DESPENALIZEM A LIBERDADE DE INFORMAR!

Apanhei há dias, em jeito de manchete num  dos telejornais, a referência à decisão tomada pela Rádio Renascença - Emissora Católica Portuguesa, de fazer campanha através dos seus microfones, contra a Despenalização da Interrupção Voluntária da Gravidez...

Sou intrinsecamente ,  a favor das liberdades individuais legitimas, incluindo aquela que, neste contesto, diz respeito ao direito de dizer SIM ou dizer NÃO!

A Igreja Católica, porque faz parte integrante da nossa sociedade, onde tem o peso que todos lhe reconhecem, tem por isso, no exercício do seu Múnus Pastoral, o direito de intervir, orientando os seus fiéis no sentido do que lhe pareça ser mais justo.

Já todos sabemos que a posição da Igreja Católica é contra a despenalização da Interrupção Voluntária da Gravidez e  ninguém estaria à  espera que em Portugal essa posição pudesse ser  diferente...

Até aqui, tudo dentro do expectável, assim como é expectável que nas homilias das missas dominicais, a mesma posição venha a ser defendida com mais ou menos vigor pelos Párocos, o que, tendo em conta o assunto de que se trata, não me choca absolutamente nada!

Não devemos aqui comparar a intervenção que a Igreja venha a tomar - e seguramente tomará - às posições adoptadas no decorrer de outros processos de  consulta Popular em que tomou partido de forma criticável,  relativamente a ideias e projectos políticos...

O que  me espanta, me deixa mesmo, verdadeiramente perplexo, é a posição assumida pelo Órgão de Comunicação da Igreja - a Rádio Renascença - onde esta posição vai ter de ser veiculada não por sacerdotes ou fiéis num contexto próprio, mas por jornalistas profissionais (sim porque eu julgo que a Informação da Rádio Renascença é assegurada por Jornalistas e não por comissários religiosos  a quem se dá um qualquer texto para ler, independentemente do que estes possam pensar sobre o mesmo!)

Confesso que sinto uma curiosidade enorme em saber como é que o órgão de Direcção vai proceder:

- Convocar uma Reunião Geral de Jornalistas para saber quem é a favor ou contra a despenalização, entregando a estes últimos a tarefa de transmitir aos microfones a POSIÇÃO OFICIAL?

- Decretar  pura e simplesmente que a partir do dia X, todos os jornalistas passam a ser obrigados a estar de acordo com a POSIÇÃO OFICIAL e a veiculá-la aos microfones?

Com franqueza e falando como católico, qualquer destas duas meras hipóteses colide com a minha consciência e mais do que isso, com a minha inteligência!

E porque não vislumbro uma terceira, só me resta um comentário:

"NÃO HAVIA NECESSIDADE..."

publicado às 21:49

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D