Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

"MÁRTIRES"...

Porque foram Vitinho e Ana Gomes (e não quaisquer outros) à manifestação da CGTP, em representação do PS?

Não são ingénuos, não são iletrados políticos e por isso, só um objectivo bem definido os levou lá: O de provocar, sabendo de antemão, que entre aqueles muitos milhares de trabalhadores presentes na Manif, não seria difícil acender o rastilho. Não se lhes pode negar alguma coragem não senhor. Não é qualquer um que se predispõe em prol de uma causa a levar uns tabefes ou uns empurrões, ou até um ou outro puxão nas cabeleiras – que os dois as têm bem fartas. Mas também não exageremos! Conhecendo bem os trabalhadores como eles conhecem, sabiam à partida que no pior dos cenários, tudo não iria além do que realmente foi.
Tratou-se pois em última instância, de um pequeno sacrifício pessoal, de um acto de desprendimento a favor do Partido, a que o Chefe saberá em devido tempo, dar a devida recompensa.
Por outro lado, a CGTP – organizadora da manifestação – tem de uma vez por todas, de sacudir a tutela que o PCP contra tudo e contra todos lhe impõe sempre em todas as iniciativas que leva a cabo: como Organização responsável, cabia-lhe a si – e apenas a siliderar todos os procedimento organizativos e de segurança e evitar a todo o custo, que actos individuais ou orquestrados, descambassem em cenas pouco edificantes e com as quais, eu sei que a esmagadora maioria dos seus dirigentes não concorda - sobretudo Carvalho da Silva que eu conheço desde os meus tempos de juventude (chegamos a trabalhar os dois numa empresa na Trofa, onde curiosamente eu comecei exactamente no dia 25 de Abril de 1974). Sei que ele não se revê nas atitudes que todos pudemos presenciar à hora dos telejornais e que o governo seguramente vai saber explorar. Mas também não foi capaz de (em público) sacudir de uma vez por todas, a cerviz que desde há muito lhe impõem.
É que o PCP, que sempre procura liderar tudo, quando como agora, algo corre menos bem, vai como sempre fazer o óbvio: Dar um passo atrás onde a penumbra é mais discreta e deixar que seja a CGTP a pagar a factura que todos os inimigos e adversários já começaram a apresentar, desde João Proença da UGT, passando pelo CDS, PSD e obviamente o PS, que vai reivindicar o estatuto de mártires para os seus dirigentes!
Desde o meu tempo de dirigente Sindical que conheço a táctica, mas obviamente que não concordo com ela. O Movimento Sindical - e não apenas no que à CGTP diz respeito - tem de uma vez por todas, de ser capaz de assumir de forma plena a sua autonomia!

 

publicado às 21:27

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D