Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

"FATO" POR MEDIDA...

É tamanho o estado de degradação da nossa vida social, tão baixo o nosso nível de auto estima  que daí resulta - ao constatarmos a corrupção que anda à solta por aí, o aumento preocupante da criminalidade violenta e do sentimento de insegurança,  o enriquecimento ilícito, a fuga ao Fisco - que às vezes temos a tendência para culpar a Justiça por tudo isto: Os juízes apressam-se nos Processos envolvendo “peixe miúdo”, mas arrastam até à “exaustão final" aqueles onde os visados são “caça grossa”, “tubarões” e outros “ões”.

É uma análise demasiado simplista, um erro em que muitos incluindo eu próprio, por vezes caímos – porque os Juízes trabalham com as “ferramentas” que outros lhes preparam.
E esses “outros” sim, são os verdadeiros culpados pelo estado calamitoso a que chegamos - a classe actualmente mais desacreditada na Sociedade, aquela que em qualquer sondagem digna desse nome, fica “abaixo de cão” (sem ofensa para o nobre animal que muito prezo) na opinião da esmagadora maioria dos interrogados – a classe dos POLÍTICOS!
(Claro que como em todas as classes, há honrosas excepções, mas essas só confirmam a regra).
São eles, que na maioria das vezes, arvorando-se em especialistas "disto, daquilo e daqueloutro” se aventuram “além da chinela” parindo Leis que às vezes logo no primeiro teste se verifica não passarem de autênticos abortos. Têm Universidades – Públicas e Privadas - especialistas eméritos nas mais variadas áreas do Direito a quem podiam encomendar o trabalho especializado, reservando para si próprios unicamente a decisão política sobre o assunto, mas não! Preferem ser eles próprios a fazê-lo e como é óbvio, só podia sair burrice (na maioria dos casos).
Mas por mais estranho que isto possa parecer, esta ainda é a parte menos grave – parirem Leis imbecis, pela simples razão de eles próprios o serem.
Pior, bem pior mesmo, é quando eles se esmeram mais no trabalho (às vezes conseguem fazê-lo), quais artistas de “alta costura” e se abalançam na confecção do "fato por medida" – da sua medida e na dos mais dilectos amigos.
Aí sim, o problema complica-se, porque deixam tantos bolsos falsos no "fato" que o mais certo é os processos arrastarem-se de artimanha em artimanha (às vezes chamam-lhe “Código de Processo...”) até que ocorra inevitavelmente  a “santa prescrição” antes que qualquer Juiz, por maior vontade que tenha de ser justo, possa fazer alguma coisa em  contrário. Claro que esta “arte” de contornar a Justiça, por exigir uma enorme disponibilidade de meios humanos e financeiros, só está ao alcance dos poderosos, razão pela qual, são  os criminosos “rafeiros” a verem os seus processos a passarem à frente de todos os outros…
publicado às 23:39

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D