Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

PIOR A EMENDA QUE O SONETO...

 

Igual a si mesmo, o Professor Cavaco fez hoje mais, uma vez uma demonstração da sua insanável falta de tacto ao incluir no seu rotineiro programa das comemorações do dia 10 de Junho uma homenagem ao saudoso Capitão de Abril Salgueiro Maia.

Claro que eu com todo o cuidado - não fosse o Professor Cavaco também o Presidente da República (vénia...) - chamo-lhe apenas falta de tacto, porque no meu íntimo chamo-lhe outra coisa bem mais grave que não pronuncio, na certeza de que (ainda) não podemos ser condenados por "delito de pensamento"...

 Mas para além da "homenagem" sacada a ferros, o Professor Cavaco cometeu ainda e uma vez mais outra "gafe" - e novamente aqui utilizo o qualificativo mais suave que me ocorre - ao "esquecer-se" de convidar para assistir à mesma uma figura incontornável da Revolução de Abril, o Presidente da Associação 25 de Abril de que Salgueiro Maia também fez parte - o Coronel Vasco Lourenço.

Apesar do "esforço" que hoje fez para tentar apagar aquela enorme injustiça que cometeu há muitos anos atrás, quando era o primeiro-ministro deste País e pouco tempo antes da morte de Salgueiro Maia, não vai ser desta forma Senhor Professor, que o Povo que prefere Abril em vez de Novembro, que é como sabemos o seu mês de preferência, lhe vai perdoar a sua aversão pelos cravos... 

publicado às 09:50

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D