Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

UNIDOS POR ALFENA - "ESQUELETOS NO ARMÁRIO"...

(Excerto de uma entrevista concedida pelo Dr. Arnaldo Soares ao Ciberjunta no início de 2008)

Desculpem lá eu Insistir neste assunto - às vezes dá-me para a teimosia...

É que o visado faz questão de se manter mudo e calado e nem "pressionado" reage aos desafios que um pouco por todo o lado lhe lançam para que se explique - "assobia para o ar" fingindo que "não se passa nada" e o mesmo fazem os restantes elementos do núcleo duro (ou "bando dos quatro" como são mais conhecidos) pelo que espero que entre a restante "família" (aquela parte que ainda mantém algum resquício de "UNIDADE" apesar do vendaval que por aí vai) apareça alguém a dar algumas respostas...

Começando por explicar por exemplo:

1. Porque não estão aprovadas e disponíveis as Actas das reuniões do Executivo;

2. Porque se mantém em segredo o Protocolo assinado entre a Câmara e/ou a Junta e a empresa Eusébios, SA relativamente ao abortado projecto para a Quinta do Bandeirinha (o tal em que ia ser decida uma excepção ao PDM ao abrigo da declaração de interesse Municipal...)

3. Em que ponto se encontra a promessa de colocar o miniautocarro ao serviço da população;

4. Em que ponto se encontra a questão do terreno para a nova Unidade de Saúde (que segundo foi dito e repetido na altura das "intercalares" de Janeiro já estava tratada e só não seria divulgada para não dar lugar a nova "sabotagem"(?)

5. Que tipo de envolvimento existiu por parte do Executivo da Junta (formal ou apenas tácito) no abortado - porque ilegal - arranque da Zona Industrial II (no famoso "monte 14") e já agora, qual a actual situação dos terrenos pagos a dinheiro ao seu proprietário;

6. Etc., etc., etc.

Como é possível que ainda possa existir alguém com desfaçatez bastante para se apresentar de novo a sufrágio no próximo dia 11 de Outubro, com todos estes "esqueletos escondidos no armário"?

Como é possível que pessoas de bem que estiveram de boa fé neste projecto dos "UNIDOS" - e há algumas -  aceitem pactuar (através do seu silêncio) com este estado do coisas?

 

publicado às 17:43

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D