Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ALFENA E VALONGO - ENTRE SORRISOS E SORRISOS A "MEIA HASTE"...

Vitórias são vitórias e quando elas existem, é porque alguém ganhou - la Palisse não diria melhor...

Mas às vezes, há vitórias que são tão pequenas e é tão ténue a linha que as separa das derrotas, que deixam vencedores e vencidos naquela pose hesitante, com sorriso a "meia haste" e sem saberem muito bem o que fazer a seguir.

Em Alfena, não aconteceu isso. A vitória da Candidatura Unidos por Alfena foi expressiva (53,05% dos votos e 8 mandatos).

Mas embora não haja aqui razão para o tal sorriso a "meia haste", importa não perder de vista este pormenor: Em 2009 os Unidos concorreram sozinhos (por desistência do PSD) e em 2005, separados do PSD, a soma dos votos das duas candidaturas, dava 75,12%!

Importa por isso que no calor dos festejos da vitória não se se esqueçam deste "pequeno" pormenor...

Já no que à Câmara se refere, as coisas são bem diferentes e até me admiro um pouco com o vigor dos festejos que registei em torno dessa vitória!

Senão vejamos: Em 2005 o Dr. Fernando Melo teve para a Câmara 44,18% e 5 vereadores, contra 40,63% e 4 vereadores para o PS.

Em 2009, coligado com o CDS-PP, desceu para 34,27% e 4 vereadores - O Dr. Arnaldo Soares foi eleito à justa - contra 27,19% e 3 Vereadores para o PS mais 22,93% e 2 Vereadores para a "Coragem de Mudar"!

E já nem refiro os resultados da Assembleia Municipal, onde os "prejuízos" são ainda mais evidentes...

Ora cá está uma situação em que se justifica o tal sorriso a "meia haste" e uma necessária rectificação àquela previsão do Dr. Fernando Melo na entrevista que deu após o almoço no dia do encerramento da Campanha - "maioria absoluta" (ou"LARGAMENTE" como ele disse...)

Um último comentário, para os resultados significativos da Candidatura "Coragem de Mudar" da Drª. Maria José Azevedo, que embora não tenha obtido a vitória porque lutava, demonstrou que, em condições de enorme desigualdade com a esmagadora dinâmica das máquinas dos Partidos, é possível mobilizar pessoas - sem atacar as candidaturas adversárias e fazendo do debate das propostas concretas o centro de todas as acções de Campanha.

Mais resultados para quem quizer consultar, na página da DGAI


Post-Scriptum: Em Alfena aliás, e se tomarmos como comparação as intercalares de 25 de Janeiro, os UPA do Dr. Palhau (vencedores) foram os principais "perdedores":

Desceram no mesmo universo de alianças de apoio, de 82,40% e 12 Vereadores contra 1 do PS, para 53,05% e 8 Vereadores, contra 3 do PS e 2 da "Coragem de Mudar"!

publicado às 00:57

2 comentários

  • Imagem de perfil

    cneves 12.10.2009

    Bem rigorosa a sua análise, caro António...
    E como diz - como o "LARGAMENTE" de Fernando Melo se ficou apenas por um "escassamente" - vamos assistir ao "poder negocial" da maioria relativa da Câmara e da Assembleia e ver se o Dr. Arnaldo consegue "adaptar" o discurso, tal como o Engº. Sócrates tenta fazer a nível do País...
    Na última Assembleia de Freguesia de Alfena, não "gostei" do ensaio que ele fez!
    Abraço
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D