Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ E O 'DINHEIRO SUJO' RESULTANTE DA MESMA...

Captura de ecrã 2018-02-10, às 14.56.16.png

 

Lamento, mas é assim que eu penso...

Se alguém me ofende de forma suficientemente relevante e injustificada que um bom 'par de estalos' com testemunho público não consiga resolver - no sentido figurado do termo, porque já não me atrevo a dá-los no sentido literal - então recorrerei à Justiça. 

 

(No meu caso é - mesmo - uma hipótese meramente académica a que até agora nunca considerei necessário recorrer).

 

Litigar judicialmente e de forma (aparentemente) injustificada baseado no 'diz que disse' dos falsos amigos que, vá-se lá saber porquê adoram alimentar uma boa intriga sem antes explicar publicamente e de olhos nos olhos as razões porque o fazemos, é algo que nunca farei e só de  pensar no ditado "nunca digas dessa água nunca beberei" já sinto uma espécie de urticária.

 

Mas mais estranho ainda é 'alguém litigar judicialmente contra outro alguém' por causa de uma alegada 'difamação' - no fundo por esse 'outro alguém' usar um direito inalienável que é a Liberdade de expressão - e, bem ou mal para o caso não interessa, ganhar o litígio ficando em silêncio a fruir os resultados práticos e monetários dessa causa.

 

Admito que quem perde uma acção não fique com muita vontade de falar do assunto - não é assim, José Manuel Ribeiro, presidente da Câmara de Valongo? - mas quem ganha um processo contra um 'difamador' deveria falar no mesmo - até porque, segundo a sua óptica, se 'fez justiça'!

 

(A não ser que o 'justiçado' se sinta tão mal, mas mesmo tão mal com a sua consciência  e com a total ausência de justificações para a litigância encetada que tenha vergonha de falar no assunto)... 

 

Para bom entendedor / a bon entendeur / to a good understanding / к хорошему пониманию...

publicado às 14:04

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D