Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A 'MORGUE MUNICIPAL' DE VALONGO - ONDE JAZEM PRECOCEMENTE MORTOS OS NOSSOS SONHOS...

20150225_212000.jpg

 

Ontem foi dia de Assembleia Municipal - em versão descentralizada realizada em Campo.

Infelizmente e como já deu para perceber ao longo de quase um ano e meio deste mandato 'socialista atípico', em Valongo continuamos a leste da Democracia, a leste da legalidade, a leste da transparência, a leste de tudo aquilo a que temos direito...

 

A Ordem do Dia da sessão de ontem, estava a bem dizer reduzida à expressão mais simples - 1) Aprovação de actas; 2) Eleição de um Presidente de Junta de Freguesia e seu substituto para o XXII Congresso da Associação Nacional de Municípios Portugueses; 3) Apreciar a informação escrita do Presidente da Câmara - mas mesmo assim e durante o período de "antes da Ordem do Dia" a coisa desenrolou-se no registo do costume, com o malhar do costume também, as críticas vindas de todas as latitudes menos de uma, as perguntas de todos os lados menos de um.

E tudo isto pontuado pelas costumeiras acusações de falta de transparência, da ausência de um rumo concreto e definido, do vazio de projectos, da degradação acentuada da qualidade dos vários serviços assegurados pela Câmara ou da sua responsabilidade - piscinas, recintos desportivos, zonas de lazer, equipamentos colectivos, instalações diversas...

 

Vários emblemas de campanha do nosso 'presidente do avental' continuam a jazer sobre a 'pedra fria da morgue municipal' ao lado dos nossos sonhos de Setembro de 2013.  E como é seu apanágio, sempre que o confrontam com esse lamentável estado de morte precoce - como foi o caso de ontem - ele veste o discurso de circunstância dos políticos de aviário da nossa praça de cuja fornada é oriundo e reage da forma mais previsível e básica: discurso palavroso, inconsistente, redondo, onde depois de se somarem todas as não-respostas que vai debitando para o gravador, se obtém sempre o também previsível resultado: o zero absoluto.

 

Mas pior que termos um presidente que fala muito e não diz nada, é não termos mais ninguém no grupo dos que o suportam que seja capaz de lhe preencher os vazios governativos. Limitam-se a massajar-lhe  o ego e a 'reforçar-lhe' a inacção incapazes sequer de brandir o verbo em defesa do chefe!

 

O Presidente é pois e de forma cada vez mais visível, um homem só. Por culpa própria - porque foi ele que compôs o ramalhete com que se enfeita - mas também, porque tal como os eucaliptos, ele seca tudo em redor e tem aquela espécie de 'toque de Midas' ao contrário: ouro em que põe o dedo vira seguramente pechisbeque...

 

Tivéssemos nós uma liderança à altura das circunstâncias no Órgão deliberativo - a Assembleia Municipal - e o Presidente da Câmara há muito que estaria a 'piar fininho'. É que existem atropelos à Lei que não deveriam passar sem a adequada reacção do Presidente da AMV, Dr. Abílio Vilas Boas, tais como a sistemática recusa (por omissão displicente) de prestar as informações requeridas pelos deputados da oposição, ou a ostensiva tentativa de colocar o deputado independente à margem do direito à informação, só porque ousou ampliar a voz daqueles muitos - cada vez mais muitos - que têm vindo a dar volume ao grito de denúncia de que o rei vai (de facto) nu.

 

Só por 'inconseguida' tentativa de fazer humor é que alguém pode ousar dizer que 'Mudar Valongo' continua a ser uma marca fiável e que tudo está a decorrer de acordo com o caderno de encargos a ela associado em Setembro de 2013. E talvez por isso se perceba melhor o real significado do ruidoso silêncio dos cada vez mais escassos batedores de palmas do nosso homem do avental.

 

Ontem e uma vez mais, entreguei na Mesa uma lista de perguntas e questões para serem esclarecidas e tal como das vezes anteriores, as minhas expectativas são (quase) nulas! Pelo menos enquanto não me dispuser a "ir por aí acima" até às instâncias da Justiça...

_______________

 

AMV 25FEV2015

Questões ao Presidente da AMV

 

1)

- Sobre a Moção relativa à USF Alfena/Campo - Acta 11 - pode apresentar-nos resultados?

2)

- Pode dar-nos conta de alguma diligência por parte da Câmara relativamente à moção sobre REN (Rede Eléctrica Nacional) aprovada por unanimidade nesta Assembleia - Acta 13 - e se existiu, quais os Resultados?

3)

- Solicito uma informação urgente sobre o estado da participação ao Ministério Público de um caso de corrupção envolvendo um fiscal da Câmara.

4)

- Solicito detalhes sobre o ponto de situação relativo à concessão da BeWater, nomeadamente sobre a constituição da Comissão de Fiscalização e sobre a avaliação externa que estava prevista .

5)

- Ponto de situação sobre a concessão do estacionamento de superfície e garantias sobre o estado actual da verificação obrigatória dos parquímetros instalados. 

6)

- Solicito-lhe uma posição formal sobre tratamento discriminatório por parte do executivo relativamente ao deputado independente no que toca ao direito à informação e também, uma explicação para a mudança da sua parte, relativamente ao que tinha acertado comigo e funcionou durante cerca de um mês.

7)

- Solicito uma informação urgente sobre os moldes em que funcionam as Academia Sénior e Escola Sénior no espaço ocupado pela Plataforma Solidária de Alfena e com quem foram acordados, nomeadamente em relação à imputação de custos.

8)

- Solicito uma informação detalhada e certificada - clara delimitação na planta do PDM que corresponda visualmente à área indicada no mesmo - sobre a UOPG 16 de ALFENA.

publicado às 17:10

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D