Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ABRIL (EM VALONGO) - 'ÁGUAS POUCAS, ASNEIRAS MIL'...

Abril é mesmo assim. Sol, muitas flores, daquelas que nos alegram durante mais ou menos tempo até serem levadas pelo vento, quedando-se algumas por esse simples proporcionar de alegria festiva mais ou menos fugaz e, digamos assim, algo 'inconsequente', ou no caso de muitas outras, indo além da 'festa' e multiplicando-se em 'pequenos projectos' de abundantes frutos. Está no respectivo código genético de todas elas e não há como mudar o processo que a Natureza programou. Apenas a MONSANTO das sementes, dos pesticidas e da engenharia genética se atreve a tentá-lo, mas mesmo assim de forma muito limitada e com resultados que ainda estamos para ver se nos trarão algo de positivo.

 

É também assim em Valongo, este pulmão do Grande Porto, este Concelho que tanto amamos mas em que parece que ninguém repara além de nós e de que ninguém importante fala, mas que tem tanto para partilhar!

 

Qual debutante donzela, Valongo tem 'explodido' ultimamente em múltiplas manifestações de coqueteria, as quais como quase sempre acontece, por vezes lhe saem um pouco forçadas, mas que sempre se vão desculpando por virem de uma adolescente.

 

Porém, como em tudo na vida, no meio é que está a virtude, isto é, entre a necessária e doseada exteriorização de uma alegria destinada a chamar a atenção dos moços casadoiros a quem vai catrapiscando com maior ou menor discrição e alguma 'quase promiscuidade'. Valongo às vezes sai-se menos bem neste balanceio...

 

No próximo dia 25 de Abril, 40 anos após a data memorável proporcionada pelos gloriosos capitães que a maioria dos políticos-biltres de 2014 resolveu impedir de falar na sede da democracia a que só tiveram acesso porque aqueles a conquistaram e a devolveram ao Povo, a 'donzela' de Valongo sai à rua, aperaltada a rigor e preparada para atrair as atenções.

 

Nada contra, antes pelo contrário!

 

Mas tal como as donzelas da vida real devem escolher as melhores companhias para a sua noite de debute - para que esta possa acabar sem danos colaterais de maior - também na manhã do próximo dia 25 a nossa 'donzela' o deveria fazer. Não me parece que tenha tomado todas as precauções nesse sentido...

 

Abandonando o sentido figurado...

 

A Câmara de Valongo vai comemorar este ano de forma especial, os 40 anos da Revolução dos cravos e escolheu fazê-lo - na sede do Concelho - de uma forma parcialmente menos digna: convidou para a Parada Formal, a Corporação dos Bombeiros Voluntários de Ermesinde, que como é do conhecimento geral, enfrenta uma lamentável situação de desrespeito pela vontade maioritariamente expressa nas urnas em Dezembro de 2013 pelos seus associados. Tentando 'emendar a mão' o executivo estendeu o convite para a dita Parada Formal á Corporação da casa - os Bombeiros Voluntários de Valongo, mas isso não resolve o 'incidente' por mim suscitado - ver recortes a seguir.

 

Que me perdoem os valorosos Bombeiros Voluntários de Ermesinde - e eles sabem o quanto me custa o que vou dizer a seguir - mas dada a permanência no lugar de comandante de um 'alegado violador' acusado que está disso no Ministério Público, um provocador que fez alarde dessa sua 'qualidade' ao longo de toda a última Assembleia Geral do BVE em que por ali andou a distribuir 'bocas' a torto e a direito, aquilo que eu teria feito se fosse Presidente de Câmara, teria sido entregar a organização e coordenação da Parada Formal à Corporação de Valongo, podendo esta se o entendesse, recorrer à colaboração dos BVE!

 

Será um escândalo, se no próximo dia 25 formos obrigados a conviver com o 'homem fardado' mais mal conceituado a nível dos comandantes de Bombeiros do País e se ainda por cima tivermos de levar de 'brinde' a direcção em exercício que deveria ter vergonha de aparecer numa comemoração do Dia da Liberdade - e da Democracia!

 

Recortes:

 

1. Programa inicial;

2. Pedido de informação que dirigi ao Presidente da Assembleia Municipal, Dr. Vilas Boas;

3. Primeira resposta que recebi;

4. Insistência da minha parte, na clarificação de dúvidas;

5. Resposta final do Presidente da AMV;

6. Programa definitivo (alargado);


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado às 14:30

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D