Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ALFENA DO NOSSO DESCONTENTAMENTO - VERGONHAS (N.º 1)...

Em 9 de Maio de 2013 publiquei ISTO de que deixo o recorte que se segue:

 

É sempre assim - em Valongo, mas não só...

 

Vésperas de eleições e lá ressuscita o chamado 'fundo de reserva para a promoção de imagem' - a designação é fictícia e acabou de ser inventada agora mesmo por mim.

 

Em Alfena, aí estão as máquinas da Câmara, a promover 'cruzinhas' no boletim de voto, dando uma imagem enganadora de dinamismo da Câmara - e também da Junta - aparentemente a remarem contra a crise, promovendo desenvolvimento.

 

Mentira!

 

O que fazem agora, já há mito deveria estar executado: terraplanagens do terreno destinado à nova Unidade de Saúde e loteamento anexo do Sr. António das Neves Pereira, arranjo atamancado (previsto) do espaço sob o viaduto da A41, corredor ecológico, limpesa (prevista) do Leça...

 

Mas no meio desta 'azáfama' toda, há 'térmitas' a movimentar-se no 'subsolo' atentando como sempre contra a natureza, contra as leis vigentes, contra os direitos das pessoas, contra as boas práticas urbanísticas (...)"


Afinal, como diz o Povo, "vira o disco e toca o mesmo", ou seja, entre Fernando Melo/João Paulo Baltazar e José Manuel Ribeiro, "venha o diabo e escolha".

 

Corrijo! Entre as duas 'configurações', é hoje seguro dizer que a actual é bem pior!

 

E antes que os 'batedores de palmas' do costume saiam a terreiro em defesa do presidente, atirando-me com os (não)argumentos do costume eu antecipo-me para os poupar ao vexame: Nenhuma das minhas críticas tem a ver, nem de perto nem de longe, com ressabiamentos resultantes de alguma benesse não concedida, de algum lugarzito negado, de algum cargo político ou honorífico recusado

 

Esta Câmara "não ata nem desata" e isso salta aos olhos de qualquer um. Com esta Câmara e com José Manuel Ribeiro, "nem o pai morre nem a gente almoça".

 

Citando a propósito uma frase do grande intelectual e revolucionário alemão que foi Karl Marx, "Os filósofos limitaram-se a interpretar o mundo de diversas maneiras; o que importa é modificá-lo".

 

No meu modesto entendimento e descendo à pequenina escala do nosso Concelho, já 'filosofamos' o suficiente sobre ele. Agora o que verdadeiramente urge fazer é modificá-lo!

 

Porque no meu artigo de Maio de 2013 - há mais de um ano portanto - falava do início das obras da nova USF de Alfena que se ficaram exactamente por aí, pelo início e a única mais-valia que delas resultou, foi o aumento da capacidade de estacionamento para quem trabalha na zona dos bancos, mais à frente, porque não tentarmos um destes dias promover um 'cordão humano da vergonha' entre a velha USF e este local?

 

Pensem nisso...

publicado às 14:52

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D