Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ALFENA, REUNIÃO PÚBLICA DE CÂMARA - A 'GOLEADA'...

20170614_211419.jpg

 

Foi um verdadeiro exemplo de cidadania aquele que dezenas de alfenenses conseguiram hoje dar ao encher o anfiteatro do seu Centro Cultural para assistirem à reunião pública de Câmara - assistirem e participarem de forma muito viva - numa sessão que começou cerca das 21 horas e se prolongou até há minutos, isto é, até cerca das 2h15.

A esta hora tardia, não vou obviamente falar ao detalhe sobre a lamentável prestação do presidente da Câmara e do seu executivo nesta reunião.

 

 

Talvez possa resumir o espírito da mesma dizendo que Alfena não merecia encerrar desta forma o ciclo de reuniões públicas descentralizadas - esta é a última que acolhemos antes das eleições de Outubro.

 

Saiu seguramente o tiro pela culatra ao 'pai' da elevação da nossa terra à categoria de cidade - José Manuel Ribeiro gosta muito de nos lembrar isso - se vinha a Alfena e pensava que gastar umas migalhas dos 3,8M Euros da última revisão orçamental, que andou a guardar lamentavelmente para os últimos 6 meses de mandato, 'comprando umas roupitas baratas' para a 'gata borralheira' de sempre lhe iriam garantir um tapete de flores e um coro de aplausos e louvores à sua chegada!

Encarou esta reunião como uma espécie de início informal da sua campanha eleitoral, 'foi-se às favas como se fossem 'favas contadas' mas a realidade e a disposição dios alfenenses rapidamente lhe fizeram ver que em Alfena já há vários anos que não compramos 'banha da cobra'.

O que ouviu da parte do Público presente  e também do presidente da Junta de Freguesia, Arnaldo Soares,  foi um conjunto de verdades como punhos e que ele não vai seguramente esquecer tão cedo.

 

Em Alfena 'o rei vai nú', ontem (hoje) estava nu e os alfenenses disseram-no bem alto ao 'rei'!

 

Noutro momento escreverei um pouco mais detalhadamente sobre esta noite que foi memorável e que se saldou por uma 'goleada de dez a zero' a favor de Alfena.

Depois desta sessão nada ficará como dantes e se José Manuel Ribeiro - e também o seu candidato à Junta de Freguesia - não ficarem em último lugar nos resultados das urnas em Outubro próximo aqui em Alfena, então é porque a lógica é mesmo uma batata.

Mentir, efabular debitar conversa redonda dizer "estamos a fazer, vamos resolver, apoiamos, investimos com equidade" e outras 'inverdades' muito repetidas nesta sessão só pode ter como corolário lógico e justo esse resultado. 

 

(E um bom indicador de que isso vai mesmo suceder, é que não se ouviu ou sequer pressentiu na sala uma vozinha que fosse da parte das 'forças vivas' (!) da estrutura socialista de Alfena na tentativa de equilibrar as coisas a favor do presidente da Câmara e ainda presidente da concelhia de Valongo do PS. 

___________

PS:

Não vale fazer piada com a fotografia anexa porque ela foi captada ainda antes do início da reunião e com a sala a encher-se. Ela ficou mesmo cheia e manteve-se até às 2h15 da manhã, só que eu já não tinha bateria no telemóvel para fazer outra!

 

publicado às 02:17

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D