Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

ALFENA - UM OLHAR CRÍTICO SOBRE O NOSSO BURGO...

 

 

Os membros da Assembleia Municipal de Valongo visitaram hoje a cidade de Alfena, visita que contou com a presença do presidente da Câmara, Dr. José Manuel Ribeiro...

 

O percurso teve em conta muito do que há de bom na nossa cidade e que importa realçar - S. Lázaro e o casamento feliz com o nosso querido Rio Leça, o aproveitamento do espaço sob o viaduto da A41, o futuro Museu do Brinquedo (parte do acervo histórico/cultural mais relevante da nossa terra anda espalhado um pouco por todo o lado mas ainda não tem um ancoradouro no seu ponto de origem) a futura plataforma solidária de Alfena/Valongo em Cabeda - mas não deixou lançar também um olhar crítico sobre algumas coisas negativas - profundamente negativas direi eu...

 

'Ardilosamente' ou não, o nosso anfitrião' e presidente de Junta 'conduziu' o autocarro em que nos fazíamos transportar, até ao novo 'ex-libris' de Alfena - a construção da Rua do Viveiro...

 

Fez bem, porque uma coisa é denunciarmos, falarmos sobre o assunto, outra bem diferente é termos parado na confluência das Rua e Travessa do Viveiro e Rua de Baguim e olharmos para aquela espécie de 'bunker' inserido numa imaginária 'rotunda triangular', delimitado por muros que mais parecem ameias de um castelo medieval e vermos 'em directo' os constrangimentos do cidadão comum face à circulação automóvel ainda que incipiente num dia de sábado.

Finalmente, os eleitos da Assembleia Municipal tiveram a oportunidade de tirar conclusões ditadas apenas pelos seus próprios olhos, relativamente  aos vários erros ali cometidos - erros do executivo anterior da Câmara que licenciou o empreendimento, mas também do actual que não teve a coragem de os travar, lançando mão de todos os instrumentos que pudesse ter ao seu alcance.

 

Para último lugar deixei propositadamente a Escola Secundária de Alfena (Lombelho) e o problema da falta de transportes escolares, que pode a médio prazo, colocar em causa o futuro daquele estabelecimento de ensino.

Ao contrário de muitas das escolas do nosso Concelho, aquela tem instalações modelares que são um verdadeiro exemplo para as suas congéneres, a braços com problemas estruturais de toda a ordem - até mesmo de saúde pública.

 

Porém, os alunos são obrigados a fazer a pé todos os dias, faça sol ou faça chuva, em dias de temporal ou de intenso calor.

O mesmo percurso que hoje fomos convidados a fazer, sem o 'upgrade' da mochila carregada de livros e sem a 'ditadura das horas marcadas' a impôr-nos o ritmo da passada.

 

Correndo o risco de mais uma vez ser politicamente inconveniente, eu não hesito em afirmar: entre os nossos jovens que são o futuro do nosso País e os vultuosos auxílios que apesar da crise se vão distribuindo por algumas actividades alegadamente culturais ou desportivas incuindo o futebol, eu optaria claramente pelos transportes escolares - em moldes idênticos aos que existiam no passado recente.

Desculpem-me os 'maluquinhos da bola' - alguns deles quem sabe, com filhos a fazerem diariamente o íngreme percurso - mas isto é o que eu penso.

 

Foi uma boa visita que nos permitiu ao longo de quase toda ela olhar para o nosso Leça e ponderar no muito que temos ainda para fazer, no sentido de nos reconciliarmos com ele...

 

 

publicado às 13:46

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D