Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

AVESTRUZES DE VALONGO...

20150730_214726.jpg

 

Hoje (ontem) foi dia de Assembleia Municipal e para 'quebrar a rotina', houve uma data de colegas - na verdade quase todos - que resolverem fingir que eram avestruzes...

Um comportamento estranho - digo eu - porque normalmente a avestruz dá-se mal sempre que resolve meter a cabeça na areia.

De forma sucinta, o que se passou foi que antes de entrar na ordem de trabalhos eu usei a figura Regimental "para uma interpelação à Mesa". Se o Presidente da Assembleia quisesse seguir o 'guião' correcto nestas circunstâncias, deveria ter feito a pergunta também habitual "e é para que efeito?"...
Em vez disso porém, não só não permitiu(!) a interpelação como pediu que eu a entregasse por escrito na Mesa(!).


A 'cereja no topo do bolo' foi colocada a seguir, no inevitável recurso para a Assembleia sobre a decisão da Mesa: apesar de eu já ter deixado escapar que se tratava de um assunto grave, o conjunto dos deputados - com excepção do deputado alfenense do PPM Paulo Basto) que se absteve - alinhou pela posição anti-Regimental do Presidente.

 

Ficou-me uma dúvida a provocar uma leve 'coceira': não tiveram em nenhum momento a 'humana curiosidade' de querer saber de que tratava a interpelação?

Eu sei que 'a curiosidade matou o gato' mas a verdade - como já vimos - é que vocês são gatos... 


Se como eu já disse atrás,  o Dr. Abílio Vilas Boas tivesse seguido o 'guião' - "para que efeito?" - a minha resposta teria sido simplesmente esta: "para invocar o Regimento e pedir a intervenção urgente do Sr. Presidente no âmbito das suas competências"
(Nos termos do art.º 31.º - d) e para os efeitos previstos no art.º 6.º - 3-a)


E claro, em meia dúzia de linhas divididas em dois pontos, detalharia os dois assuntos relativamente aos quais se impunha - impõe! - a intervenção do Presidente da Assembleia Municipal...


Por enquanto, fico-me por aqui, não sem antes reforçar que sobretudo um deles é grave e envolve actos do executivo (presidente da Câmara) que aparentemente violam a Lei de forma grosseira e lamentável...

publicado às 02:25

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D