Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

CÂMARA DE VALONGO - 'À MARGEM DA LEI' E DOS PRINCÍPIOS...

images.png

 

Ainda sobre a gestão danosa da Câmara Municipal de Valongo...

 

Quem diria que atrás das décadas da lamentável e ruinosa administração de Fernando Melo viria um 'socialista' capaz de fazer igual ou pior!

 

Mas é verdade.

 

No post anterior falei sobre o lamentável caso do adjunto do presidente.

 

E isto não tem nada de pessoal dado que, já depois de me ter incompatibilizado de forma irreversível com José Manuel Ribeiro e de ele se recusar a receber-me - mesmo ao nível institucional e no âmbito das suas funções de presidente -  sempre mantive com o eng.º Paulo Ferreira uma relação cordial e era até através dele que eu ia tratando os assuntos que de forma ostensiva e acintosa José Manuel Ribeiro se recusava a tratar comigo.

 

(Sobre este caso e também sobre o que se passou na última sessão da Assembleia Municipal, onde por interferência directa do presidente da Câmara (!) o presidente da Assembleia me impediu de fazer uma interpelação à Mesa e de entregar um conjunto de documentos agora finalmente conhecidos, falaremos muito em breve e equaciono mesmo apresentar uma queixa na Justiça. Mas claro que nesta 'fotografia' ficaram todos mal, incluindo aqueles que tinham mais obrigação de corrigir a 'pose').

 

Hoje volto a um assunto que também pode estar em rota de colisão com a Lei e que durante a campanha eleitoral em que participei e em que apoiei como é sabido o actual presidente, foi muito falado entre nós.

Trata-se do caso de um Fiscal da Câmara acusado de corrupção e condenado por Fernando Melo num processo disciplinar interno e alvo de uma participação ao Ministério Público.

 

Pois bem...

 

José Manuel Ribeiro, ao contrário de tudo o que me disse sobre este assunto, não só manteve o Fiscal em funções como lhe reforçou o 'poder'.

E pior do que isso, tem permitido uma acumulação de funções ilegal que vem desde 2007 e se baseia em informação falsa: o dito Fiscal declara que exerce uma actividade de compra e venda de imóveis quando na verdade é gerente numa empresa de projectos ao lado da Câmara e onde pode ser encontrado muitas vezes na hora de trabalho - bem como um ou outro arquitecto da Câmara...

 

Os factos:

 

1. (Lista de funcionários autorizados a acumular funções

Rec_1.png

 

Pormenor do sublinhado: Captura de ecrã 2015-08-7, às 11.00.21.png 

Rec_2.png

 

 

A verdadeira actividade do funcionário:

 

Vital.png

 

Sobre este 'caso' e de forma (muito) estranha, José Manuel Ribeiro deixou de falar comigo - mesmo no tempo em que ainda falávamos...

Que razões (escondidas) terão travado  a sua inicial vontade(?) de pôr ordem numa conhecida mancha de corrupção que todos sabemos que existia no seio da 'máquina' e que ele estranhamente(?) manteve?

 

 

 

 

 

 

publicado às 10:21

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D