Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

CÂMARA DE VALONGO - A OMISSÃO É 'PRIMA' DA MENTIRA...

 

Ainda a propósito do meu post de ontem...

 

Das duas uma, ou o meu amigo Zé Manel Ribeiro, presidente da Câmara de Valongo tem uma grande 'cara de pau' e andou a rir-se nas minhas costas quando eu, ingenuamente me referia ao caso do arquitecto Vítor Sá como se estivesse ainda em recurso, ou então, estava também ele mal informado sobre o assunto e desconhecia que já tivesse sido proferida sentença condenatória com trânsito em julgado.

 

Não acredito na segunda hipótese, até porque o novo gabinete jurídico da Câmara tinha obrigação de acompanhar ao detalhe a evolução deste caso, para além de que as minhas constantes referências ao mesmo em conversas com o presidente, inevitavelmente o deveriam ter motivado a pedir informação ao Dr. Ricardo Bexiga. Se este eventualmente se tivesse esquecido de 'monitorizar ao dia' o assunto, esse seria o sinal para fazer uma pequena corrida até ao Tribunal a fim de se informar. 

Restar-me-á portanto a primeira hipótese, o que desde logo me forçará a uma 'revisão em baixa' da expressão 'meu amigo'.

 

Se há coisa que me irrita solenemente, ela é a mentira, sendo que a omissão da verdade é apenas uma forma mais rebuscada de mentira!

 

Para que conste, vou avisando que não costumo 'levar desaforo para casa'!

Quando um qualquer amigo mais ou menos recente se arma em 'manhoso e deliberadamente me 'troca alhos por bugalhos', isso costuma provocar-me uma reacção semelhante à que teria se por exemplo, um antigo colega de escola ou amigo de infância me tentasse vender o gato escanzelado lá de casa, como sendo uma gorda lebre para aquele famoso arroz da dita... 

 

De qualquer forma, o centro da questão que aqui me trouxe de novo é a condenação com trânsito em julgado do arquitecto Vítor Sá a 3 anos e meio de prisão (com pena suspensa) por corrupção passiva e a ausência de qualquer atitude consequente por parte do actual executivo da CâmaraCorrijo, pior que a ausência de atitude, foi o reforço de protagonismo do dito funcionário superior, que curiosamente, costuma aparecer até como uma espécie de 'assessor técnico' do presidente.

Sobre isto, José Manuel Ribeiro fica a dever aos valonguenses honestos - e isso inclui todos aqueles que o apoiaram de forma muito empenhada e lhe garantiram a sua vitória eleitoral - uma explicação muito clara e urgente!

 

publicado às 21:03

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D