Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

CÂMARA DE VALONGO - 'Ó DA GUARDA!'

Unknown.jpg

 

E assim vai a Câmara de Valongo...

 

Criaram-se os empregos possíveis - os permitidos pelo garrote das admissões para funções públicas - para os rapazes e raparigas (ou 'job for the boys and girls' se preferirem), os mesmos que comandam a orquestra dos batedores de palmas e incensadores de que o 'irmão' José Manuel Ribeiro tanto gosta de andar rodeado.

 

Reabilitaram-se conhecidos manipuladores do Urbanismo municipal - que estranho que é verificar que até Fernando Melo e João Paulo Baltazar tinham já conseguido perceber que para alguns deles a 'prateleira' era o melhor sítio para se acomodarem - depois de terem passado pelos pingos da chuva da nossa justiça sem se molharem, ou no mínimo, apenas 'borrifados' por penas mínimas pouco mais que simbólicas.

 

De igual modo, mantiveram-se em funções fiscais corruptos a que nem Fernando Melo conseguiu evitar punições internas, permitindo mesmo o actual presidente no caso de um deles e bem conhecido, que continue a acumular funções que não correspondem àquelas que indicou no respectivo requerimento.

 

Permite-se ainda que o adjunto do presidente acumule o cargo público para que foi nomeado, com o de sócio-gerente de uma empresa de construção civil, função à qual nunca renunciou como tentou fazer crer e o advogado da Câmara declarou como verdade e através da qual intervém em obras públicas e privadas de forma directa ou por interposto sócio através de uma 'empresa fantasma'.

 

Captura de ecrã 2015-09-2, às 00.37.25.png

 

Captura de ecrã 2015-09-2, às 00.38.49.png

 

As duas obras a que se referem os dois recortes acima são ambas da responsabilidade da Junta de Freguesia de Valongo:

 

Em 2013 e ainda antes da respectiva nomeação, intervieram os dois - e únicos - sócios da CAMEF (Paulo Ferreira e Carlos Machado) e em Dezembro de 2014, já interveio apenas o último e mesmo assim, camuflado através da tal 'empresa de  conveniência' atrás referida - a Batiwork - alguém conhece? Pois... Nem eu!

 

No primeiro caso, tratou-se de um ajuste directo de cerca de 18 mil euros para a construção de um muro de suporte no Cemitério de Valongo.

 

No caso mais recente - Dezembro de 2014 - foi também 'ajustada directamente' a construção de um edifício inumação e decomposição aeróbica, igualmente no Cemitério de Valongo, no valor de 90 mil euros.

 

A pergunta que se impõe só pode ser esta:

 

- Foi para isto que andamos a prometer que íamos MUDAR VALONGO?

 

Mas para além do desagradável odor que este tipo de procedimentos exala ser apenas de cariz político, quer-me parecer que neste caso do ajunto, estamos mesmo perante um incontornável 'caso de polícia' para quem de direito investigar.

 

Como diz o Povo, "à mulher de César não basta ser séria..."

 

Ora o nosso presidente de Câmara, para além de não o ser já nem se dá ao trabalho de fingir que o é e assim sendo... 

publicado às 00:06

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D