Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

"CANDIDATOS ENGRAÇADINHOS" E ELEITOS SEM GRAÇA NENHUMA...

Captura de ecrã 2016-01-26, às 20.35.52.png

 

Eu até gosto do Jerónimo de Sousa e sinceramente não acho que tenha havido maldade no soundbite da noite eleitoral - "Podíamos arranjar uma candidata mais engraçadinha e com um discurso mais populista" ...

No calor do balanço eleitoral e ainda a quente face à desgraça dos resultados obtidos pela maioria dos candidatos, não vai ser esta tirada menos feliz que vai alterar a opinião que tenho sobre o secretário-geral do PCP - e é boa.

 

Mas já agora, camarada Jerónimo, que tal meditar um pouco sobre o porquê da "candidata engraçadinha"  ter dado uma abada ao (apenas) simpático ex-sacerdote? Que tal comparar o trabalho dos dois - o dela no Parlamento Europeu e o dele... não sei onde?

À prestação dela nesta campanha eleitoral, à forma quase intimista como dialogava com as pessoas, sem grandes encenações, sem grandes manifestações de massas, sem grandes 'arruadas',  o simpático ex-sacerdote contrapôs sempre o formato oficial do PCP, ao bom (?) estilo da fase pré-Gorbatchev da URSS ou à actual do 'camarada' Kim Jog-un da Coreia do Norte, esse baluarte do socialismo...

Como poderia portanto o PCP esperar um resultado diferente?

 

Mas poderia o PCP ter obtido melhor resultado?

 

Claro que sim!

Bastava que tivesse sabido antecipar a mais que previsível estratégia do candidato do regime, um "pré-eleito" que, ele sim, resolveu investir o máximo na faceta de "engraçadinho" - no sentido mais pejorativo do termo.

 

A alternativa para "candidatos engraçadinhos", caro Jerónimo, não seria evidentemente um "candidato (ainda mais) engraçadinho" mas sim um candidato sério, mas sério 'a sério' - sem ter de ser necessariamente sisudo.

 

É público que, por razões que se prendem com o combate em que estou envolvido, eu votei em Paulo Morais. 

Não vou evidentemente ao ponto de achar que o PCP poderia ter apoiado esta candidatura, mas coisa bem diferente teria sido o apoio a Sampaio da Nóvoa que deveria ter sido seriamente ponderado não fosse a tradicional 'urticária' que o termo 'independente' sempre provoca nas elites dirigentes dos vários Partidos e também do PCP.

 

Não é por acaso que na Assembleia Municipal de Valongo os representantes do PCP (mas neste caso também do Bloco de Esquerda) têm estado sempre ao lado do poder socialista - da 'facção do avental' que é maioritária - na sonegação de direitos ao deputado independente (eu próprio). Este posicionamento nada surpreendente - pelas piores razões - tem impedido uma tomada de posição justa, visando adaptar um ou dois pontos do Regimento que me impedem de ter os mesmos direitos do deputado (único) do Bloco de Esquerda!

E ainda que em tese pudéssemos admitir que prevalecia maioritária a actual situação, seria apesar de tudo mais simpático verificar que, pelo menos ao nível local, o termo 'independente' não provocava este tipo de "urticária".

 

publicado às 18:12

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D