Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

COM A DEVIDA VÉNIA AO JORNAL VERDADEIRO OLHAR...

Concretizou-se ruptura total com o presidente da Câmara Municipal

Celestino Neves abandona grupo do PS na Assembleia Municipal
Celestino Neves abandonou o grupo do PS na Assembleia Municipal de Valongo. Em carta enviada ao presidente da Câmara Municipal, e tornada pública, o independente que foi eleito nas listas socialistas garante que manterá o assento no principal órgão autárquico do município, mas agora sem responder a quaisquer orientações partidárias.

 

Na mesma carta, Celestino Neves critica José Manuel Ribeiro que, alega, não está a cumprir as promessas que efectuou na campanha eleitoral.

Mal-estar já era conhecido

O mal-estar entre Celestino Neves e José Manuel Ribeiro ganhou contornos públicos quando o primeiro assinou uma carta aberta, na qual não poupou nas críticas ao presidente da autarquia valonguense. Cerca de um mês depois, Celestino Neves avança para a ruptura completa.

Numa carta que enviou ao edil, Celestino Neves começa por alegar que o caminho que trilhou com José Manuel Ribeiro antes das eleições autárquicas de 2013 "se transformou rapidamente em beco sinuoso e sem retorno", sobretudo por culpa de José Manuel Ribeiro que "rapidamente o hipotecou antes do 'pim-pam-pum' que o fez optar pelo trilho de sentido único, rumo a lugar nenhum". "Mudar Valongo foi para si, portanto, uma estratégia encenada, que você obviamente nega, recorrendo ao argumento falacioso de que nunca se comprometeu com um prazo para fazer a mudança, como quem diz que 'até ao lavar dos cestos é vindima'", escreveu Celestino Neves.

 

Em seguida, o membro da Assembleia Municipal concretiza as razões do seu descontentamento, defendendo que José Manuel Ribeiro "manteve - e reforçou até num ou noutro caso - as posições de algumas figuras-chave sobejamente conhecidas – e não pelas melhores razões - dos mandatos anteriores, algumas envolvidas mesmo em processos-crime relacionados com corrupção devidamente sinalizados e num caso até, já com uma primeira sentença condenatória em tribunal".

A "completa hibernação de todos os processos referentes a ilegalidades urbanísticas" é outro dos motivos avançados por Celestino Neves. "Por outro lado, em vez do esperado reforço da transparência e de uma gestão amigável e aberta e voltada para os cidadãos, manteve a 'tradicional' opacidade, a dificuldade de sempre na consulta de processos ou na obtenção de informações", acrescentou.

Eleito nas listas do PS, o mesmo partido que sustenta o edil, Celestino Neves pergunta, por fim, o que é feito da prometida "auditoria rigorosa à Câmara", da "situação actual da concessão das águas de Valongo" e da "famosa construção da ARCA (Associação Cultural e Recreativa da Retorta). "Fica difícil manter-me no seio de um grupo que aceita ser subjugado e desrespeitado da forma que acabo de descrever e cuja posição na votação final do PDM na Assembleia Municipal você até decidiu como vai ser: voto favorável e com imposição de disciplina de voto", conclui.

O VERDADEIRO OLHAR tentou obter uma reacção do presidente da Câmara Municipal de Valongo, mas José Manuel Ribeiro não quis comentar a renúncia de Celestino Neves.

 

publicado às 13:34

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D