Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

CORRUPÇÃO EM VALONGO - 'TAKE' NÃO SEI QUANTOS...

Captura de ecrã 2020-08-01, às 13.48.48.png

Foi notícia esta semana a dedução de acusação contra o ex-deputado Agostinho Branquinho, actual administrador executivo do Hospital da Prelada,  Fernando Melo, ex-presidente da Câmara de Valongo, Carlos Teixeira - que foi comandante dos Bombeiros de Ermesinde e onde foi acusado de assédio a uma Bombeira - escrevi sobe isso também AQUI - e Maria Trindade Vale, seus vereadores à altura dos factos, o Arq.º Vítor Sá - escrevi sobre ele e a sua condenação a uma pena suspensa AQUI - um engenheiro e outros.

A acusação menciona actos de prevaricação, falsificação de documentos e outros ilícitos em torno da construção do Hospital privado de S. Martinho, em Campo os quais remontam ao ano de 2005 através de uma autorização ilegal da construção de 2 pisos além do projecto inicial licenciado e em clara violação das regras do PDM então em vigor.

Não estão em causa sequer os fundamentos do Ministério Público para produzir esta acusação mas fazê-lo 15 anos depois é já verdadeiramente uma 'marca identitária' da nossa Justiça.

Às vezes até parece - e este caso não foge à regra - que a nossa Justiça funciona como aqueles 'acumuladores compulsivos' que vão juntando, juntando, juntando até que a porta - neste caso a gaveta - já não abre, tal é o volume de coisas acumuladas...

Aparentemente, o nosso MP tinha a gaveta já tão cheia tão cheia de 'arquivo morto' que não lhe restava outra coisa que não fosse fazer uma 'queima' controlada, contando à partida com a 'facilitação processual' consubstanciada num mais que previsível requerimento de abertura de instrução que facilitará um definitivo e conveniente 'óbito'...

A ver vamos...

 

Captura de ecrã 2020-08-01, às 13.45.33.png

Numa estranha associação de ideias, veio-me à memória um outro processo mais ou menos com a mesma 'idade', de contornos muito parecidos e envolvendo igualmente o Dr. Fernando Melo e o seu vereador à altura, José Luis Pinto.

Tinha a ver com uma monstruosa violação do PDM, actos de prevaricação e tráfico de influências, burla, entre outros, favorecendo um fundo de investimento imobiliário ligado ao Santander, o NOVIMOVEST, na implementação de uma vasta área 'expropriada' às Reservas Ecológica e Agrícola Nacionais (REN e RAN) em Alfena.

Sucessivamente denunciados pelo Dr. Paulo Morais, pelo PCP de Valongo e posteriormente por mim, deram origem a uma long(uíssim)a investigação que foi sendo arquivada e reaberta ao longo dos anos e arquivada definitivamente arrumada há poucos meses atrás depois de uma última tentativa minha de pedir a abertura de instrução sendo premiado com uma multa de 2 UC (2x102€) por ousar incomodar o nosso MP.

 

Serei apenas eu a ver nestes dois procedimentos do MP relacionados com o mesmo fenómeno, situados no mesmo Concelho e até com actores comuns entre si, uma estranha contradição - ou como diz o nosso Povo, 'dois pesos e duas medidas'?

_____________________

Captura de ecrã 2020-08-01, às 14.38.50.png

PS:

Gostei muito de ver anunciada esta intenção do actual presidente da Câmara de Valongo - AQUI:

A Câmara de Valongo, liderada por José Manuel Ribeiro, vai constituir-se assistente e reclamar indemnização por prejuízos associados à violação do PDM.

(Lembro que ainda há poucos meses o presidente Zé Manel condecorou Fernando Melo por relevantes Serviços Públicos - AQUI )...

 

 

 

 

 

 

publicado às 10:23

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D