Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

DE ALFENA A SOBRADO (VIA M606) EM 'TODO O TERRENO' - APENAS...

Captura de ecrã 2016-02-24, às 18.25.54.png

 

Na última sessão da Assembleia Municipal de Valongo o ainda presidente da Câmara de Valongo soltou (mais) um inconsequente 'sound bite' sobre a plataforma logística da Jerónimo Martins em Alfena.

 

Já lá vamos...

 

(Parêntesis para explicar o uso do advérbio 'ainda': Sendo as eleições autárquicas já no próximo ano, tenho para mim que mais ou menos 100 milhões de valonguenses nem sequer equacionam a remota hipótese do Partido Socialista repetir o 'tiro no pé' voltando a indicar José Manuel Ribeiro como candidato à Câmara).

 

Voltemos ao 'sound bite'...

 

"Hoje mesmo tive uma reunião com o CEO da Jerónimo Martins e consegui que para além da acordada  beneficiação da M606 desde o local da plataforma até Sobrado, eles beneficiem também o troço até à Codiceira" - José Manuel Ribeiro dixit...

 

É extraordinária a falta de decoro com que José Manuel Ribeiro e este executivo tentam amenizar o mega-processo de corrupção e/ou enriquecimento ilícito associado ao empreendimento! 

Quer queiramos quer não e independentemente da Jerónimo Martins aparentemente nada ter a ver com o mesmo, a verdade é que na génese deste empreendimento e a montante, existe uma história sinistra e muito comprometedora para ser contada.

 

Mas quanto à dita beneficiação, falemos claro...

 

A Jerónimo Martins não tinha acordado coisa nenhuma! A estrada tinha forçosamente de ser reparada, depois da destruição provocada pela circulação intensiva dos camiões de e para o local da obra!

Dirão os batedores de palmas do presidente da Câmara: "pois, mas o piso já estava degradado e se não fosse o investidor a repará-lo teria de ser a Câmara a fazê-lo...".

Qual foi a parte do "quem estraga velho paga novo" que este executivo e respectivos batedores de palmas ainda não perceberam?

 

Já quanto ao troço até à Codiceira...

 

Não será difícil perceber que no acerto final das contas com dono do empreendimento logístico, o enriquecimento ilícito proporcionado por José Manuel Ribeiro à Novimovest/Santander - inicialmente estávamos a falar de um montante a rondar 16 milhões de Euros - chegará e sobrará para compensar a Jerónimo Martins desta 'magnanimidade' de última hora. Ela foi apenas e só, mais uma 'rodela do pequeno chouriço' oferecido à Câmara em troca do anafado 'porco' levado pela Novimovest.

 

Entretanto a minha denúncia junto do Ministério Público continua a fazer o seu caminho...

 

Mais uma vez repito, para que os demagogos e venenosos do costume não me acusem de estar a tentar prejudicar um investimento que alegadamente irá criar umas centenas de postos de trabalho, que a Jerónimo Martins nada tem a ver com essa denúncia!

O 'roubo de igreja' começa muitos anos atrás, nos tempos de Fernando Melo e José Luís Pinto, mas só o 'flic-flac à retaguarda' de José Manuel Ribeiro permitiu que ele se consumasse. A Jerónimo Martins foi apenas e na circunstância, o muito oportuno 'abre-portas'...

 

Já agora, chegam-me através de vários munícipes, notícias sobre a degradação extrema da M606. Espero por isso que se ainda não começaram as obras de beneficiação elas se iniciem com a máxima urgência possível.

publicado às 17:10

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D