Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

DO 'SUBÚRBIO' À CAPITAL DO REINO EM VOO PLANADO E SEM SEGURO...

 

Existem duas coisas verdadeiramente inconcebíveis e que portanto, passe o pleonasmo, eu não concebo - a primeira mais inconcebível que a segunda:
Que o "luso-alemão" Passos Coelho e o "ratinho de submarinos" Paulo Portas - coligados ou não - consigam uma nova maioria nas próximas legislativas.
A segunda, é que o 'espanta-turistas' alfacinha (com a criação da taxinha de 1 € para entrar em Lisboa) e que igualmente persegue o 'patriótico' projecto de transformar o centro da capital do reino num território quiçá exclusivo à circulação dos Audi e BMW topo de gama dos políticos e governantes, consiga alcançar a maioria absoluta.


Se acreditasse em providências divinas, seria a altura de dizer a frase do costume: "que Deus nos livre de qualquer destas hipóteses"!


Mas pronto, sobre os 'mortos' recuso-me a dizer mais - sim, porque os que (ainda) estão, já estão 'mortos' há muito só que ainda não sabem e também ainda ninguém lhes disse.


Já sobre o Costa...


De desilusão em desilusão, lá vai dando algum consolo aos desconsolados apoiantes de António José Seguro que ele tanto criticou e bem, mas de quem agora vai recuperando algumas propostas.


Não têm porém nenhuma razão os (agora) menos desconsolados apoiantes do Tó Zé!


Vejamos o caso concreto da recuperação do projecto do 'enriquecimento não justificado' - o Tó Zé chamava-lhe com mais coragem ilícito:
Peguemos no exemplo mais próximo do nosso Concelho de Valongo onde a Câmara foi conquistada ao PSD por um activo apoiante de Seguro e onde a corrupção continua 'sorridente a pavonear-se à janela' do Município.


O 'suburbiano' condomínio da Avenida 5 de Outubro permanece firme e hirto no respectivo 'ranking', como o maior 'habitat' natural da corrupção a nível do Poder Local.


A proliferação dos casos de favorecimento ilícito, os 'ajustes directos' do costume, a prevaricação de sempre, permanecem como regras intocáveis.
A manutenção e até o reforço da presença de elementos corruptos e alegadamente corruptos em funções de destaque sem que daí decorra sequer o mais leve pestanejar de incómodo do presidente- maçon permanece até agora.
O tratamento desigual dos munícipes e/ou a perseguição que é movida àqueles que mais ousam incomodar o poder iníquo é igualmente e ainda,  a norma vigente.


Resumindo e compilando, caros companheiros de estrada nas muitas acções de campanha de 2013 - sobretudo àqueles que teimam em fingir que 'não dão por nada' em relação à vergonhosa situação que se vive na nossa Câmara:
Façam uma pequena pausa, contem até dez enquanto mentalmente repetem: "vou abrir os olhos, vou abrir os olhos, vou abrir os olhos"...
E depois abram-nos mesmo!


E 'depois do depois', já bem despertos, façam o favor de ser felizes!


Bom fim de semana - a todos...

publicado às 21:42

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D