Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

EM VALONGO, BRANCO É BOM, BRANQUINHO MELHOR AINDA!

            

(Em actualização):

 

E tal como seria de esperar, parece que o Branquinho já se movimentou para que o vídeo se tenha mantido com alguma 'instabilidade'...

Enquanto a mesma persistir e em vez do habitual 'o programa segue dentro de momentos', aqui fica a foto retirada da Net, 'anotada'.

"Branquinho é, Portugal o põe"...



Agostinho Branquinho que é (quase) tão hábil como Relvas na 'mais velha profissão do mundo depois da outra' - e como Marco António Costa e como Miguel Santos e se calhar, como muitos outros de que não me recordo agora - conhece bem as riquezas que se escondem no subsolo de Vallis Longus.

 

(Aqui, o solo é tão fértil e tão rico, que num dia plantamos nele um qualquer edifício de não sei quantos pisos - pode ser por exemplo o Hospital de S.Martinho, ou o Hospital Privado de Alfena, não importa - e mal damos por isso, estamos ainda a 'lavar as gamelas da massa' para a labuta do dia seguinte e já lá estão mais dois ou três pisos a mais - três no caso do HSM).

 

Alguns menos ágeis na arte de ganhar dinheiro, gastam tempo, energias e a juventude a construir redes 'SIRESP' ou colégios privados com nome de GPS.

 

Branquinho não!

 

Formado nas melhores escolas da tal 'segunda mais velha profissão' e pós graduado nesse grande País irmão onde se inventaram as telenovelas, ele faz jus ao que de melhor(!) se 'produz' na terra do português com sotaque onde há muitos anos muitos dos nossos compatriotas enriqueceram a trabalhar - trabalhar muitos anos, entenda-se...

Agora já ninguém tem paciência para essa forma arcaica de enriquecimento e Agostinho Branquinho parece que também não...

No Brasil ou em Portugal, não interessa, o que importa verdadeiramente é semear e colher - se possível, no dia anterior à sementeira, porque no dia seguinte já é tarde demais!

 

Vale a pena ler o excelente trabalho de investigação jornalística do excelente Jornalista António Cerejo - AQUI!

 

Ao António Cerejo Cavaco Silva não condecorará seguramente, mas também se calhar ele também não aceitaria...

 

publicado às 23:24

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D