Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

JORNAL A VOZ DE ERMESINDE - 'LIGAÇÕES PERIGOSAS'...

Sou há vários anos um seguidor atento do Jornal A VOZ DE ERMESINDE - assinante, apenas há cerca de 2...

 

Em termos de imprensa local as opções também não eram muitas: durante muito tempo o concorrente mais directo mas a anos luz em termos de seriedade, era aquele que eu por semelhança fonética chamava o 'correio do dono' tendo mais recentemente surgido outro concorrente, 'novo' de seu nome, para tentar singrar por entre os escolhos da imprensa local e que não é fácil.

Não tardou muito o assédio aparentemente bem sucedido de um 'novo dono' - se consegue ou não consolidar ou não a posição de domínio ou se se tratou apenas de uma estratégia temporária e restrita a um período concreto, é coisa que veremos num futuro próximo...

 

Neste Jornal escrevi uma vez ou outra, como aliás escrevi também nos concorrentes regionais que aqui se distribuem (mais num deles que sem 'viver cá', chega regularmente até nós - com excepção do tal 'correio do dono' original evidentemente, que nesse nem me deixariam nem eu aceitaria gastar o meu latim...

 

Assisti e testemunhei algumas batalhas do AVE contra as tentativas do 'dono´do Concelho e dos seus apaniguados para silenciarem todas as vozes incómodas que se atreviam a dizer de vez em quando - sempre que podiam - que 'o rei ia nu'.

Escrever de forma livre nunca foi fácil para nenhuma imprensa regional e em Valongo, sobretudo ao longo dos últimos 20 anos, ainda o foi menos.

 

Testemunhei o esforço, nem sempre bem conseguido porém sempre tentado pelo AVE para singrar sem mordaças e habituei-me desde há muitos anos a cruzar-me nas reuniões públicas de Câmara e em alguns eventos concelhios, com o Jornalista que dava a cara pelo Jornal, um homem discreto, de trato afável, de diálogo comedido e assertivo, Luís Chambel.

 

Foi este mesmo Jornalista que foi 'corrido' das instalações do Jornal de uma forma vil há cerca de um mês atrás pelos donos do mesmo - a Direcção do Centro Social de Ermesinde - só porque se atreveu a publicar a minha 'carta aberta ao presidente da Câmara' onde entre outras coisas, fazia algumas alusões à corrupção de Valongo.

 

Henrique Rodrigues, presidente da Direcção tinha 'boas razões' - boas para ele evidentemente - para tomar a atitude 'neofascista' que tomou - ou ter-se-á apenas prestado ao modesto papel de simples 'moço de recados' às ordens dos incomodados com o meu texto?

Suspendeu o Luís Chambel através de um processo disciplinar com vistas ao seu despedimento, numa altura em que a directora do Jornal decidiu também pôr termo à sua colaboração com o Jornal e assim, de uma única penada, ficou em condições de assumir ele próprio a direcção do  AVE e a 'nobre missão' - nobre para ele - de 'enterrar o morto' - sim porque é disso que se trata, de um insidioso processo de sedação dos leitores e assinantes do Jornal no sentido de o 'desligar da máquina'.

 

Henrique Rodrigues escreveu no 'Editorial' do último número "que andam para aí umas almas inquietas (...)" - com o atentado à liberdade de expressão e ao respeito pelas mais elementares disposições do estatuto dos Jornalistas, completo eu.

 

E a minha inquietação não é tanto com os eventuais 'paus-mandados' que se prestam a este papel, mas principalmente com os mandantes!

 

As evidências são tantas, o ruidoso silêncio dos mesmos é de tal ordem, as ligações do CSE (Centro Social de Ermesinde) ao centro do poder municipal - a Valis Habita em cujo Conselho de Administração está um membro da direcção do CSE, é uma empresa municipal - são por outro lado tão evidentes, que outra ilação nunca poderia ser retirada depois da lamentável atitude tomada pelos donos do AVE.

publicado às 19:35

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D