Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

'LAMBE-CUS' - EM VALLIS LONGUS TAMBÉM HÁ...

Captura de ecrã 2016-08-31, às 02.11.55.png

 

Chamo aqui em meu auxílio Miguel Esteves Cardoso e a sua visão crítica sobre essa subespécie humana que ele designa por ‘lambe-cus’ – no seu livro ‘Ultimo Volume’ publicado em 1991.

 

(Texto integral aqui)

 

"(...) Hoje tudo isso mudou. O engraxanço evoluiu ao ponto de tornar-se irreconhecível. Foi-se subindo na escala de subserviência, dos sapatos até ao cu.

O engraxador foi promovido a lambe-botas e o lambe-botas a lambe-cu (…).”

 

Falei em ‘subespécie’ a pensar exactamente na evolução humana no que ao ‘subúrbio’ Vallis Longus diz respeito.

 

Por cá - 'numa parte de cá', bem entendido - o ‘lambe-cus’ está ainda longe da fase ‘homo erectus’ (está por assim dizer 'a meio caminho' entre o 'habilis' e o 'erectus') e mais longe ainda da fase ‘homo sapiens’, evidentemente...

 

Alguns exemplos recolhidos de forma aleatória na página 'facebookiana' de uma conhecida figura pública - também ela um conhecido 'lambe-cus' local - e que demonstram de forma clara que é mesmo na fase ‘lambe-cus’ que uma parte significativa do 'subúrbio' se encontra:

 

(A propósito da recente divulgação de uma “sondagem” da Consulmark2 – Estudos de Mercado e Trabalho de Campo e que dá a "maioria" em 2017 ao actual presidente minoritário da Câmara):

 

“Espero que o povo de Valongo abra os olhos e se deixe de clubismo, sejam honestos sinceros e verdadeiros olhem para o exemplo que o Presidente tem dado, força Presidente não desista...”

(...)

“Muito bem. Grande trabalho de um grande autarca. Muitas felicidades e muito sucesso”.

  

(A propósito de várias publicações sobre a semana da “prestação de contas”):

 

“Sempre soube que o meu amigo daria um autarca de valor. Muito bem!

Esta é uma boa prática que devia ser seguida pela câmaras socialistas.”

(...)

“José Manuel Ribeiro, transformou a gestão da Câmara de Valongo, numa gestão transparente que pode e deve ser " fiscalizada " pelos cidadãos do Concelho .Relativamente à sua presença em Sobrado, foi notória a " falta " de apoiantes da Oposição !!! para poderem directamente, questionar o Presidente sobre as contas que apresentou, mas como as " contas " deixadas anteriormente pelos mesmo, são tão más, que nem lhes interessou ouvirem falar das mesmas . Parabéns Presidente rigor e transparência, fazem parte de uma Boa Gestão” .

 

(A propósito de uma publicação sobre o 25 de Abril):

 

Liberdade. E falar do nosso melhor presidente Sr Ribeiro pelo o que tem feito por Valongo, sobrado,alfena, Ermesinde e sua equipa Sr Ivo Sr Alfredo um abraço forte para vocês “.

 

(A propósito da expropriação do Estádio de Sonhos em Ermesinde):

 

"Boa tarde Senhor Presidente da Câmara parabéns mais uma promessa cumprida a posse administrativa do Campo dos Sonhos em Ermesinde que o executivo PSD tinha deixado partir para as mãos de um construtor civil. Mais uma para a mudança de Valongo aonde os Ermezindenses irão ter o seu campo para jogar. Parabéns a todos".

 

Socorrendo-me uma vez mais de Miguel Esteves Cardoso, vejo-me obrigado a reconhecer que (…)o culambismo compensa. Sobreviver sem um mínimo de conhecimentos de culambismo é hoje tão difícil como vencer na vida sem saber falar inglês".

 

Mas sejam perseverantes na caminhada, insistam na postura vertical da coluna e sobretudo, não desistam às primeiras dores nas cruzes - que no início, a verticalidade  custa a aguentar!

Afinal, do cu à nuca (que é onde é suposto alojar-se a ‘base de dados’ do ‘homo sapiens’) não é uma distância assim tão grande.

publicado às 01:39

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D