Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

O BURACO DA A41 (ALFENA) - AUTARCAS DE PLASTICINA...

O aluimento de piso na A41 remonta a dia 12 de Fevereiro, cerca das 17:45, o que provocou o corte de tráfego nessa estrada, entre o nó de Alfena e o nó da A3, no sentido Alfena-Aeroporto.

O facto da situação ainda não ter sido reparada tem vindo a gerar muita contestação por parte de utilizadores, autarquias do Grande Porto e partidos políticos, com o autarca de Valongo, José Manuel Ribeiro, a exigir inclusive à Ascendi "um pedido de desculpas público".

(in JN 02Mar, 2016)

____________________________

 

Captura de ecrã 2016-03-2, às 22.49.33.png

 

Definitivamente, a plasticina não é o material mais adequado para se "fazer" autarcas!

Infelizmente e para desgraça de quem os "compra", a verdade é que eles andam por aí e vão tendo - por enquanto - alguma saída...

Caracterizam-se pela sua extrema maleabilidade - nada que tenha a ver com aquela conhecida designação 'duro como o aço'.

Com o tempo mais frio eles endurecem no entanto um pouco, chegando mesmo a aguentar-se de pé, aparentemente firmes e hirtos, porém, com a chegada dos primeiros calores esbardalham-se todos e ficam ali bem próximos do limite a partir do qual o sólido vira líquido.

 

Da cor também é bastante arriscado falar uma vez que interagem facilmente com os da mesma espécie e é extremamente frequente encontrar alguns multicolores e outros de cor indefinida, sendo que nenhuma das tonalidades é estável: podem evoluir para outras bem diferentes da original bastando que se adicionem os parceiros adequados - o agora cor de rosa facilmente será amarelo depois de uns breves minutos de suaves amassadelas...

 

A minha profissão de base há muitos anos atrás foi serralheiro de moldes.

 

Pois... 

 

Se ainda não tinha dito digo-o agora.

 

Para os que conhecem um pouco os detalhes da profissão, a plasticina usava-se (nos moldes de mais pequena dimensão) para fazer uma primeira aproximação ao modelo de peça pretendido e depois ia-se trabalhando o primeiro protótipo com materiais de maior rigidez e que permitiam obter um maior rigor dimensional - no limite, havia alguns que eram executados em aço do mais duro...

 

Eu que sabia isto tudo, também devia saber que não seria possível 'obter' um autarca fiável a partir da plasticina. Sabia mas "não me lembrei" disso em 2013. Não tenho portanto a mínima desculpa e mereço por isso o castigo de levar com ele - salvo seja! - até finais de 2017.

 

A cor com que chegará ao termo da prova, essa ninguém a pode garantir. Já foi rosa sócrates, rosa pouco segura e ninguém garante que não possa acabar um dia destes em 'rosa-cítrico', ou seja e para simplificar, em laranja simplesmente.

 

Ah! Para terminar a 'dissertação' analítica acerca dos autarcas de plasticina, referir apenas que dificilmente reagem 'a quente' - por razões óbvias.

Sempre que alguma instabilidade estrutural aparente afectá-los, a melhor forma de os manter quietos (inertes) é um 'simples pedido de desculpa' - "desculpa se prejudiquei os teus munícipes, desculpa se te coloquei barreiras nas estradas por onde eles têm de passar, desculpa se abri trincheiras no caminho que os leva de e para o 'subúrbio', desculpa se vou levar 16 semanas a remover todos esses obstáculos e por último, desculpa se ainda por cima lhes cobro portagens por tudo isso".

 

Este é o ponto em que se 'esbardalham' todos...

publicado às 20:33

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D