Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

O 'GARIMPO' DE ALFENA E O ÓNUS DA PROVA...

Ainda a propósito da UOPG 06 de Alfena, também conhecida por garimpo da Novimovest, um caso bem conhecido e bem posicionado no ranking da corrupção nacional...

 

Os batedores de palmas de José Manuel Ribeiro costumam abespinhar-se comigo sempre que saio a público com alguma crítica mais contundente ao imperfeito 'prefeito' de Valongo.

A palavra 'corrupção' provoca-lhes urticária e andam tão susceptíveis, que quase sempre entendem a crítica como sendo uma acusação de corrupção ao seu incondicional ídolo.

 

A bem da verdade e salvo aquela ligação habitual ao "diz-me com quem andas..." eu não tenho nenhuma prova concreta de que José Manuel Ribeiro seja corrupto. Mas ao contrário do que se passa na Justiça dos Tribunais, na Justiça do Povo o 'ónus da prova' continua a caber aos suspeitos e o presidente da Câmara de Valongo colocou demasiado vigor na defesa da corrupção da Novimovest/Santander em Alfena para se livrar da relevante suspeita!

Tanto assim é, que não hesitou em impedir-me o acesso ao dossier do garimpo, obrigando-me a recorrer à CADA para fazer valer os meus direitos de acesso aos referidos documentos. Perdeu, mas mesmo assim ainda não deu sinal de que é um presidente respeitador da Lei.

 

Portanto, José Manuel Ribeiro não sendo suspeito de coisa nenhuma neste monstruoso processo que envolve cerca de 16 milhões de Euros de mais-valias, perante o Povo mais atento e até prova em contrário, já há muito que deixou de poder contar com o benefício da dúvida!

E só tem duas formas de se livrar desse labéu: convencer a Novimovest a abdicar da totalidade ou pelo menos de uma parte significativa das referidas mais-valias ou em última instância, usar a ameaça de uma expropriação do garimpo invocando 'interesse público relevante' para conseguir idêntico resultado.

Deve fazê-lo com a máxima urgência e ainda antes de levar a proposta final do PDM à Assembleia Municipal, porque se o não fizer não há como fugir à fundamentada acusação popular de que é mais um corrupto a tentar desgraçar Valongo.

E não venha com a cantiga do investimento do grupo Jerónimo Martins e dos postos de trabalho que daí resultarão porque não é isso que está em causa: a Plataforma Logística pode sempre avançar, independentemente de quem seja o detentor dos 52 hectares daquela área de desflorestação ilegal, só que no caso de ser o Município, o ganho reverte a favor do Povo que foi quem perdeu aquela parte de REN/RAN...

publicado às 14:50

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D