Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

O REI CONTINUA NU - EM VALONGO TAMBÉM...

Captura de ecrã 2016-08-29, às 15.14.16.png

 

Um destes dias talvez me sente  no 'divã do meu psicanalista’ para uma conversa sobre o 'poeta que eu sou' e inevitavelmente, sobre o 'louco que eu sou’ também, porque “de poeta e de louco todos temos um pouco" - mais talvez sobre o segundo...

 

Na pele do primeiro tenho algum acervo que tenciono continuar a alargar - um dia destes com algum incremento até.

Já no que ao segundo diz respeito, aconselham-me alguns, por enquanto, ainda não o psicanalista, a moderar a pedalada - que as 'loucuras' nem sempre matam mas moem quase sempre...

 

Não sei o que será o dia de amanhã, mas pese embora a generosidade daqueles que me aconselham sem nenhuma reserva mental a 'tirar o pé do pedal', apetece-me passar ao lado do seu conselho.

 

Embora...

 

Alguém com um mínimo de auto estima, com pensamento estruturado e uma história de vida (pessoal e profissional) relativamente bem preenchida, alguém com padrões mínimamente exigentes no que toca ao exercício de uma cidadania responsável, deveria ser ‘legalmente inibido’ de se juntar a projectos (?) como aquele que o actual presidente da Câmara de Valongo, José Manuel Ribeiro, protagonizou em 2013 – e que pelos vistos tenciona repetir em 2017.

 

Ninguém me ‘inibiu’ ou sequer me aconselhou a tomar a iniciativa de o fazer em 2013, ninguém precisa sequer de pensar fazê-lo em 2017.

Mas isso só torna (ainda) mais imperioso que continue a alertar os mais distraídos para o perigo de poderem ser de novo 'atropelados pelo rei nú do subúrbio!

 

Parafraseando o velho ditado segundo o qual “na primeira quem quer cai, na segunda cai quem quer e na terceira cai quem é burro”, eu passo directamente para a terceira fase: claramente, não me apetece fazer o papel do distinto animal – que aliás considero não merecer o tal ditado.

E isso significa exactamente que não alinharei em mais nenhum embuste mas significa igualmente que me recuso a pactuar com quaisquer silêncios cúmplices.

 

Um poder decadente

Que se alimente

Unicamente

Da ameaça permanente

Que mantém pendente

(pendurada evidentemente)

Sobre cada irreverente

Ser livre e independente

Independentemente

De haver razão subjacente

Ao seu pensar diferente

É um poder putrefaciente

A extirpar ruidosamente

(porque quem cala consente)

publicado às 14:44

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D