Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

PS/CÂMARA DE VALONGO - CONTRA ALFENA, TUDO!

20180504_021610.jpg

 

São 10 da manhã...

Acabo de fazer o segundo café forte para despegar as pestanas - o primeiro estraguei-o ao 'adoçá-lo' com alho em pó em vez do habitual açúcar mascavado...

 

Ontem - e hoje até quase às 4 da manhã - foi dia de 2.ª sessão da Assembleia Municipal de Valongo em versão descentralizada, em Alfena.

 

Antes de tomar o tal café forte - já com açucar mascavado - ainda fui dar uma olhada no dicionário em papel que ainda uso de vez em quando, para ver o significado dos termos 'chantagem'-'chantagista'-chantagear'.

O significado ainda é aquele que eu pensava...

 

"Fui chantageado" - foi o termo usado por José Manuel Ribeiro para justificar porque é que num dos orçamentos passados da Câmara incluiu uma verba inicial para apoiar a construção de uma nova sede para a Junta de Freguesia de Alfena e agora a retirou.

 

(Presumo que tenha tomado esta última atitude apenas quando se conseguiu libertar da pistola apontada à cabeça pelo 'vil chantagista').

 

Melhor do que fazer uma descrição exaustiva e maçadora do quão baixo desceu a estrutura concelhia do Partido Socialista e dos seus deputados e vereadores no que toca à perseguição movida contra Alfena, faço uma promessa:

 

Tão depressa quanto a burocracia e os artifícios na arte de 'engonhar' no que toca a dispensar informação pública o permitam, irei pedir a consulta da gravação desta sessão, e transcrevê-la-ei aqui na íntegra.

 

(Afinal e graças à experiência adquirida na transcrição das várias horas das 7 sessões do meu Julgamento para preparar o recurso para o Tribunal da Relação do Porto em que fui absolvido - obrigado José Manuel Ribeiro! - transcrições integrais já são uma brincadeira para mim).

 

Quem não tenha estado ontem (e hoje) no Centro Cultural dificilmente acreditará em mim se me limitar a relatar o que se passou.

Depois de ver quão baixo pode descer a 'partidarite' em versão cor de rosa para se colocar ao serviço de uma estratégia muito pessoal da maioria absoluta do PS na Câmara, fico curioso para ver qual será a posição da débil estrutura do PS em Alfena na próxima Assembleia de Freguesia:

 

Qual será a sua posição em contraposição (ou não?) com a do PS de Valongo, no apoio a José Manuel Ribeiro contra o presidente da Junta de Freguesia de Alfena e contra a nossa terra:

 

O PS concelhio e a Câmara têm estruturas desportivas municipais - pavilhões, museus, bibliotecas, estádios de futebol em todas as freguesias menos em Alfena.

Aqui, quem substitui a Câmara são Instituições como o Atlético Clube Alfenense e o CSPA (da Igreja).

A título de exemplo, só em Valongo e com os custos que envolvem a água a Luz, o gás, o pessoal e outras despesas com os pavilhões e estádio municipal, a Câmara gasta algo próximo de 100 mil euros por ano.

Em Alfena limita-se a pagar uma pequena majoração nos apoios às Instituições atrás referidas relativamente aos que dá a todas as restantes.

 

Tudo isto para "castigar"... o Dr. Arnaldo Soares? Nada disso! Para castigar Alfena!

 

Nas restantes freguesias constroem-se (e bem!) equipamentos de lazer - parques de merendas, parques infantis e outros - em Alfena não se pode apoiar a ainda embrionária mas muito relevante área do 'Parque Vale do Leça' "porque os terrenos são da Junta"!

Em Alfena, o processo de cedência do terreno disponibilizado num dos mandatos camarários anteriores em Francisco Sá Carneiro para a nova sede da Junta caiu numa gaveta muito funda e não há maneira de lá sair. 

 

Tudo isto para "castigar"... o Dr. Arnaldo Soares? Nada disso! castigar Alfena!

 

Em Alfena, os jovens que se atrevam a candidatar trabalhos no âmbito o Orçamento Participativo Jovem terão que "inventar" sítios para encaixar os seus projectos que não se incluam em espaços pertencentes à Junta!

Em S. Lázaro ou Parque Vale do Leça não!

(Então onde?).

 

Tudo isto para "castigar"... o Dr. Arnaldo Soares? Nada disso! Para castigar Alfena!

 

Em Alfena a sua Junta - instalada na conhecida 'casinha de bonecas' sem espaço para nada - solicitou à Câmara a cedência de 3 salas na Escola do Xisto para instalar algum do arquivo arrumado no sótão da Junta (e até por baixo do palco do Centro Cultural) e para fazer algumas acções de formação para desempregados.

Afinal, a Câmara acabou de ceder a Escola a uma Instituição de Valongo que desenvolve uma actividade muito meritória na área de apoio à deficiência - a EDUCASON.

 

Nada contra este apoio!

Mas dadas as múltiplas e antigas solicitações da Junta atrás referidas, esta cedência à EDUCASON deveria ter sido conjugada com a reserva de uma área para a Junta neste mesmo espaço que é muito ou, em alternativa, num outro sítio compatível!

 

Tudo isto para "castigar"... o Dr. Arnaldo Soares? Nada disso! Para castigar Alfena!

 

Em Alfena está em construção o novo Centro de Saúde. Finalmente!

Não fomos - aqui há uns anos atrás - recambiados para o Centro de Saúde da Bela graças à mobilização dos moradores e ao empenho da Junta de Freguesia.

O terreno foi conseguido pela Junta  - no mandato do Dr. Rogério Palhau -  e com a colaboração do proprietário dos terrenos.

Há dias, fez-se o acto formal do início das obras com a presença do Secretário de Estado e do Presidente da Câmara e - ao contrário do que aconteceu com o Centro de Saúde de Campo - não se convidou a população nem o Presidenta da Junta!

 

Tudo isto para "castigar"... o Dr. Arnaldo Soares? Nada disso! Para castigar Alfena!

 

Ontem o presidente da Junta apresentou um voto de congratulação pelo início das obras.

O grupo municipal do PS apresentou outro.

O da Junta era simples e não fazia considerações supérfluas, o do PS referia "graças ao empenho dos autarcas" mas não fazia a mais leve menção do empenho da Junta.

O Dr. Arnaldo Soares optou por retirar a sua moção - porque o PS votaria contra - para não prejudicar a congratulação.

O PS  - e muito a custo - lá aceitou incluir no seu voto "o empenho da Junta de Freguesia de Alfena"...

 

Tudo isto para "castigar"... o Dr. Arnaldo Soares? Nada disso! Para castigar Alfena!

 

Desafio quem quer que seja a provar que tenha criticado mais o Dr. Arnaldo Soares, o Dr. Rogério Palhau e Guilherme Roque. Fi-lo sempre de nos olhos e com argumentos - bons ou maus interessa pouco para o caso - mas sempre em contexto da luta política e de forma frontal.

Mas tal como acontece nas famílias quando estão zangadas - os pais com os filhos, estes com os pais, os irmãos entre si, etc., - aqui em Alfena podemos andar todos "à batatada" mas não toleraremos que 'grupos de fora' venham dar pancada nos nossos.

 

(Acho que a colectividade cigana também é um pouco assim...).

 

Espero sinceramente que na próxima Assembleia de Freguesia, a débil estrutura local do PS se junte ao lado certo na defenda dos seus - que somos todos nós alfenenses!

 

Só para terminar, dois pequenos (ou não) - 'fait-divers' 

 

1 . O grupo da CDU apresentou uma recomendação relacionada com a cedência ao Moto Clube de Alfena de um terreno municipal localizado junto à rotunda da A41 para esta Associação construir a sua sede.

Os moradores não concordam. Era o último bocadinho das cedências da urbanização ali implantada e destinava-se a equipamentos colectivos. Apresentaram oportunamente um abaixo-assinado e reclamações fundamentadas opondo-se a essa cedência.

A Câmara escondeu esses documentos, não os incluiu na deliberação levada então à Assembleia Municipal e agora gaba-se que foi tudo por unanimidade! - na Câmara até foi mas na Assembleia houve 1 voto contra: o meu!

 

(Honra lhe seja feita, o Dr. Arnaldo Soares tomou a palavra para dizer que assumia que tinha sido ele a propor à Câmara aquele terreno que "estava abandonado pela Câmara há 40 anos).

 

Fez mal o Presidente da Junta, porque conhecendo bem os seus fregueses sabia qual era a posição dos moradores sobre o assunto e deveria ter sugerido outro local - porque ao contrário do que disse, em Alfena existem mais terrenos municipais disponíveis.

 

Não está em causa - de forma alguma - o quão meritória tem sido a actividade dos nossos 'Motards' e o apoio que em face da mesma eles merecem.

Atrevo-me aliás a dizer - para provar o quanto gosto e como acompanho com interesse tudo o que fazem - que se eles encontrarem uma forma de me restituírem 20 anos do tempo que já vivi, compro já uma Harley-Davidsom em bom estado, inscrevo-me no Motoclube de Alfena e pago à cabeça as quotas desses 20 anos.

A sério! 

 

Mas até neste episódio da recomendação da CDU o PS concelhio quis dar um sinal - neste caso inverso aos anteriores! Vejamos:

 

Votos a favor da recomendação: 3 (CDU e presumo que o Bloco de Esquerda).

Votos contra: 2 (Arnaldo Soares e um outro que não retive).

Abstenções: 26

Aprovado por maioria!

 

Tudo isto para "castigar" (no caso do PS...) o Dr. Arnaldo Soares!

 

2 . As Juntas de freguesia - que no mandato anterior e apesar das diferenças partidárias souberam manter quase sempre posições concertadas e solidárias e por vezes desalinhadas em relação à Câmara, ontem estiveram - também elas e através de representantes designados e que não os presidentes - CONTRA ALFENA!

 

(Ressalva para a DIGNIDADE da representante do Presidente de Campo e Sobrado - parabéns, Raquel! - que não querendo 'desalinhar' ostensivamente com o Partido, optou no entanto por se abster sempre.  

Alfena registou!).

 

E pronto...

 

É tudo... por agora!

____________________________

PS: Alguém atento alertou-me para uma omissão injusta da minha parte, no que se refere à cerimónia de início das obras do novo Centro de Saúde de Alfena: no álbum de recordações de José Manuel Ribeiro ficam a faltar as fotos de, além dos milhares de alfenenses e do presidente da Junta à altura, Rogério Palhau, também a do então presidente da Câmara, João Paulo Baltazar, que com uma Câmara na penúria, teve de 'rapar o fundo ao tacho' para fazer as infra estruturas e o estacionamento que garantiriam  a cedência do terreno por parte do Toninho do Cabo.

Como não gosto de injustiças, eu que tanto o critiquei durante tanto tempo, não podia deixar de fazer este acrescento à minha publicação.

É Justo!

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado às 10:04

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D