Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

RECADO PARA O AMIGO RUI MOREIRA...

Captura de ecrã 2016-09-19, às 01.33.28.png

 

Como dizia a minha avozinha que deus tem, "se a mãe é uma vaca, a filha não pode ser outra coisa"...

Ela dizia-o no sentido literal e sem qualquer alusão malévola ao 'mau porte' de alguém.

 

Já Rui Moreira, cujas opiniões tantas e tantas vezes partilho, desta vez inverteu as coisas e saltou de forma lamentável e quase explícita do pouco conseguido sentido figurado da sua frase - AQUI - para o mais que evidente sentido literal, ao trazer à colação de forma quase explícita o caso que envolveu Camilo Mortágua - o pai das gémeas Mortágua.

 

É claro que (desta vez) Rui Moreira teve um lamentável mau gosto na abordagem. Independentemente de lhe reconhecer todo o direito a discordar do 'imposto especial' sobre o património de elevado valor.

 

Por duas razões a saber:

 

Primeira:

O contexto em que se verificou o assalto à agência do Banco de Portugal na Figueira da Foz em 10 Maio de 1967, era muito especial e Rui Moreira deveria saber fazer a destrinça - porque ela deve ser feita! - entre um revolucionário e um assaltante de bancos.

 

Não sei o que as gémeas Mariana e Joana pensam sobre o percurso revolucionário do Pai, mas um filho, caro Rui Moreira, é uma 'entidade' distinta do pai - ou da mãe.

 

Segunda:

De forma racional e destituída de inquinações (apesar de tudo) 'direitistas, elitistas, capitalistas' que você por vezes ainda deixa antever meu caro Rui Moreira, aceite raciocinar comigo neste exemplo com que vou tentar explicar-lhe que a 'sobretaxa sobre o património imobiliário de elevado valor' pode ser uma forma tão boa como tantas outras de promover maior justiça fiscal. Além disso, se ela (a sobretaxa) vier a ser implementada, não será por nenhuma das gémeas mas sim pelo governo! 

 

"O pobre homem bem se esforçava por imprimir força suficiente ao empurrão com que tentava pôr em andamento o chaço velho que teimava em não pegar.

Solidários, um grupo de meia dúzia de amigos, entre os quais dois 'elegantes estivadores', que conversava à porta do café da aldeia atravessou a rua e juntou a soma das suas forças à força do cidadão aflito.

Vencido pelo esforço conjugado, o chaço desistiu de ser teimoso e lá pegou com dois soluços fumarentos, perante a alegria do dono e de todos eles também".

 

Pergunta:

Passa-lhe por acaso pela cabeça, caro Rui Moreira, que o esforço solidário da tal meia dúzia (entre eles os dois estivadores) se 'nivelasse' pela força dos dois lingrinhas que se destacavam no grupo?

Claro que não!

Ninguém conseguirá dizer quem é que empurrou com mais força mas eu quase que arrisco adivinhar que foram os dois 'elegantes estivadores'!

Diferenciação fiscal é isso, Rui Moreira: "de cada um segundo a sua capacidade"!

 

 

 

publicado às 00:35

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D