Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

RUA NOSSA SENHORA DO AMPARO, EM ALFENA - UMA QUESTÃO DE RESPEITO!

20161105_102235.jpg

20161105_102240.jpg

Hoje, alguns deputados da Assembleia Municipal de Valongo, o presidente deste órgão e o secretário da Mesa, acompanharam o presidente da Junta de Freguesia e membros do seu executivo num contacto com alguns moradores da Rua Nossa Senhora do Amparo em Alfena.

A intenção era ouvir as reclamações e justa revolta daqueles pelo desrespeito de que têm sido alvo por parte da Câmara no que toca ao arranjo desta Rua na sequência das obras da Plataforma da Jerónimo Martins e cujo tapete betuminoso foi concluído sem se ter em conta o aumento do tráfego, velocidade associada e a inexistência ou estado de degradação dos passeios e equipamentos de segurança compatíveis com essa nova realidade.

Apesar de um 'abaixo-assinado' de 150 moradores pedindo uma reunião com a Câmara e representantes das forças políticas representadas na AMV, José Manuel Ribeiro tem-se remetido a um silêncio ostensivo e desrespeitoso. 

E foi em silêncio que ele, ao bom estilo do 'quero posso e mando', impôs aos moradores aquele troço da M606 que hoje pudemos encontrar, isto é, óptima para os aceleras mas péssima - bem pior do que antes - para os moradores.

 

'É dos livros' mas mesmo assim vale a pena relembrar esta verdade a José Manuel Ribeiro, que não se cansa de apregoar as contingências de um orçamento camarário demasisdo restritivo, que fazer bem à primeira fica muito mais barato!

 

Não lembra ao diabo que tenha colocado primeiro o tapete e que agora volte atrás para construir ou reparar passeios e colocar outros equipamentos de segurança - sim, porque aos moradores nem sequer lhes passa pela cabeça que a Câmara não faça tudo isso, já que não negociou com o investidor essa parte

_______________________________________________________

14976469_10207656074904425_327793933850286867_o.jp

 

Em nota de rodapé:

Aproveitei para meter uma 'cunha' ao presidente da Assembleia 'para ver o que se passa' relativamente a um dos 'esqueletos' de José Manuel Ribeiro - sim, ele também já se tornou um bom coleccionador de 'esqueletos' - situado exactamente naquela Rua: uma oficina ilegal de reparação de camiões em desrespeito para com uma moradora que viu a sua moradia 'engolida pela sombra' do colosso de chapa metálica e que a Câmara actual se tem limitado a 'varrer para debaixo do tapete'... 

publicado às 14:05

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D