Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A AUCHWITZ DE ÉVORA - É ASSIM QUE SE COMEÇA...

Cães vivos usados como cobaias na universidade

Ex-alunos de Veterinária revelam experiências com cães enviados pelo canil municipal

Esterilizações, castrações, simulações de cesarianas e anestesias. A todas estas práticas foram sujeitos animais saudáveis enviados pelo canil municipal para a Universidade de Évora e servirem de "cobaias" a alunos do curso de Medicina Veterinária. Depois, eram abatidos (...).

Marisa Rodrigues - JN hoje


Hoje são os animais, amanhã poderemos ser nós - quiçá recolhidos por uma qualquer "rede" que percorra a rota dos "sem abrigo" do nosso País...

Se os portugueses dessem a esta notícia a importância que ele verdadeiramente merece, então só havia uma solução possível: Para além do procedimento criminal contra todos os responsáveis envolvidos - Câmara e Universidade - o total boicote às matrículas naquela Instituição.

Auchwwitz nunca mais - nem que seja (apenas) para os melhores amigos do homem.

Em Évora, os futuros veterinários têm que encontrar formas de ensino equivalentes às da formação dos médicos dos humanos. E de acordo com o actual estado da "arte", isso é - tem de ser! - possível...

publicado às 14:14

ESPAÇO SOLIDÁRIO...

Anjo dos animais é diabo da Igreja

 

JN 00h56m

AUGUSTO CORREIA

Joanna Krupa, católica praticante, virou um anjo despido a favor da adopção de animais. A Igreja Católica norte-americana vê o diabo no corpo nu da modelo.

 
foto WWW.PETA.ORG
Anjo dos animais é diabo da Igreja
 
 

A jovem modelo Joanna Krupa, que já tirou as roupas para a capa da revista "Playboy", despiu-se, agora, em favor dos animais abandonados. Apenas com uma cruz religiosamente colocada, ganhou asas de anjo e uma auréola de santa para o novo anúncio da PETA. "Be an angel for animals. Don't buy. Adopt".

Ao ser "um anjo para os animais", na campanha a favor da adopção e em detrimento da compra de animais em lojas, Joanna Krupa virou um diabrete para a Igreja Católica. "É totalmente inapropriado", disse Deal Hudson, editor do sítio da net InsideCatholic.com, ao comentar o anúncio.

"É mais um caso de desrespeito para com a Igreja Católica e outro exemplo do tipo de abuso que nunca seria cometido contra outra das religiões mais importantes, dado que as reacções seriam tão ásperas que as pessoas não tardariam a retractar-se", argumentou Deal Hudson.

Joanna Krupa considerou "ridícula" a preocupação da Igreja Católica com a nudez de uma filme ou uma foto. "A verdade é que o Papa João Paulo disse que, dado como nascemos nus, é arte, e trata-se apenas de mostrar um bonito corpo que Deus criou", acrescentou, em declarações à televisão norte-americana Fox News."

A verdade é que os animais estão mais seguros nas lojas ou nos abrigos que nas mãos de funcionários da PETA", argumentou o presidente da Liga Católica, Bill Donohue, em resposta ao tema da campanha. A Associação dos Direitos dos Animais manifestou-se em lojas de venda de animais, considerando que as pessoas, ao comprarem bichos de estimação, estão a deixar muitos animais abandonados em abrigos, até à morte.

"PETA é uma fraude", diz Bill Donohue. O presidente da Liga Católica faz do acrónimo de People for Ethical Treatment of Animals uma expressão popular em português: uma peta! "Quem apoia esta associação precisa de voltar à realidade. Precisam, também, de um curso de ética", acrescentou.

"Como católica praticante, estou chocada por saber que a Liga Católica está a dizer mal dos meus anúncios para a PETA", disse Joanna Krupa. "Estou a fazer o que a Igreja Católica deveria fazer, a trabalhar para acabar com o sofrimento sem sentido dos animais, as mais indefesas criaturas de Deus", argumentou.

É a segunda vez que Joanna Krupa dá o corpo ao manifesto da PETA. Em 2007 já tinha participado na que é, talvez, a mais falada campanha da Associação, a "Naked against furs", que despiu várias figuras, umas mais públicas que outras, contra o uso de peles de animais. Um antes nua que de peles de animal vestida, que cativou a atenção mundial nos últimos anos.

 

publicado às 13:39

O MEU CORVO...

Não tinha falado ainda sobre o meu corvo…

Chama-se Jeremias e ofereceu-mo um vizinho, há alguns anos atrás (depois de o ter conservado também durante uns anos na sua posse). Claro que eu sei que ninguém deveria ter uma ave destas em cativeiro, mas a verdade é que sempre que medito sobre isso, chego à conclusão que com tantos anos de vida sem liberdade – liberdade de voar, de procurar comida (às vezes sem a encontrar) liberdade de correr o risco de ser abatido por um qualquer caçador (de propósito ou por engano) –  se o libertasse agora, provavelmente o bicho não conseguiria sobreviver.
Mas pelo sim pelo não, decidi há algum tempo atrás, começar a deixar aberta a porta da jaula onde ele tem o seu habitat, deixando ao seu “critério” ficar ou simplesmente partir. Não é que, não só ele tem sistematicamente recusado o implícito convite à fuga, como nem sequer se aproxima da zona da abertura? Vá-se lá entender o que passará pela cabeça do bicho…
Por isso, não me resta outra alternativa que não seja a de todos os dias ter de lhe limpar os dejectos, mudar a água do bebedouro (e da banheira, que o bicho não dispensa o seu banhito diário…) e acrescentar a comida no comedouro – coisa aí para uma meia hora diária de trabalho e umas dezenas de Euros mensais de despesa…
Vão-me acusar pois de quê? De crueldade?
publicado às 14:29

BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME - QUEM PAGA OS SEUS ERROS?

                               Sou contribuinte activo desde há vários anos, para as campanhas de recolha efectuadas pelo BA. Estou além disso inscrito através do seu site há já bastante tempo, para colaborar como voluntário, uma vez que estando aposentado tenho algum tempo livre (embora estranhamente não me tenha sido dada até ao momento qualquer resposta…). Porque considero relevante o trabalho até agora desenvolvido pelo BA, suscita-me o mais vivo REPÚDIO, porque  completamente ao  arrepio do que a meu ver deve ser o espírito com que o BA deve actuar, a atitude inexplicável e egoísta para com outra Organização que desenvolve um trabalho igualmente meritório, neste caso voltado para os nossos “irmãos” irracionais.

Basta-me navegar um pouco na net, para constatar sem dificuldade que como eu, muitos outros portugueses têm manifestado também o seu descontentamento por verificarem que o BA, em vez de gerir com parcimónia os bens que lhe são doados pelos portugueses – quantas vezes retirando “à boca” aquilo que doam – desbarata parte do produto dessas doações, no pagamento de despesas com firmas de advogados para promover perseguições verdadeiramente inexplicáveis.

Escrevi  uma primeira vez sobre isso aqui e vou seguramente continuar a fazê-lo, e a incentivar outros a que o façam também, se entretanto não vir o BA a assumir publicamente o seu erro - com a humildade de quem desenvolve um trabalho que assenta no esforço de milhões de portugueses, entre doadores e voluntários! 

 

 

publicado às 14:10

BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME - QUE FEIA ATITUDE!

Que atitude feia, a do Banco alimentar contra a Fome!
E que mal fica na "fotografia" a sua presidente Isabel Jonet...
Será que a sociedade de advogados Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva e associados também faz "trabalho de voluntariado" ou andamos todos a contribuir - sim porque eu desde há muitos anos que contribuo para as campanhas do BA - para lhes pagar este serviço feio?
Os animais não concorrem com os seres humanos na sua luta pela sobrevivência, nem as organizações que apoiam ambas as causas deveriam fazê-lo entre si!

Em próximas campanhas do Banco Alimentar Contra a Fome, hei-de sempre lembrar-me deste GESTO FEIO e embora isso não constitua motivo para deixar de ajudar - os que precisam não têm culpa dos erros de Isabel Jonet - vou seguramente reservar uma parcela da minha contribuição para o Projecto de Ajuda Animal - ou como se vier a chamar no futuro!

publicado às 17:50

SENTIMENTO DE PERDA...

A Minha Lara morreu.

Extraiu um rim, estava aparentemente a recuperar, mas de repente o outro rim começou a colapsar. Deixou de comer, emagreceu vários quilos e perdeu a alegria - a alegria que partilhou com os donos que a adoravam, durante os quase 7 anos que esteve connosco.

Resta-nos um consolo: Fizemos o máximo que poderíamos fazer para a salvar. Equiparámo-la em termos de cuidados, a um dos humanos membros da família. Não conseguimos e por isso, ontem (e hoje e muitos dias mais...) foi dia de chorarmos - no sentido literal!

Se houver um paraíso para os animais, tu estarás lá seguramente, Lara!

publicado às 18:19

EU VI...

Andava há uns meses atrás no meu passeio higiénico (quase) diário, quando deparei com esta coisa que me pareceu ser um monstro pré-histórico (*). Como não ia munido de nenhum instrumento de captação de imagem, gravei-o apenas na minha memória visual.

Ontem, o meu circuito pedestre voltou a levar -me ao mesmo local - um terreno localizado ao lado da Escola EB 2-3 de Alfena, em Valongo, frente à Avenida Padre Nuno Cardoso - e lá estava ele mais uma vez, estático, voltado para Norte e numa pose aparentemente inofensiva...

Como desta vez levava comigo a minha CANON, aqui fica para memória futura o registo da ocorrência...


(*)Ou talvez o Ovni de Alfena 

publicado às 16:13

A VOZ DOS QUE NÃO TÊM VOZ...

Chama-se Lara e é a minha cadela Grand Danois ...

Porque não se consegue exprimir de forma a fazer-se entender pelos estranhos seres erectos a que se convencionou chamar animais racionais - excepção apenas para os seus donos, com quem dialoga de forma fluente - sente-se amiudadas vezes inferiorizada e complexada por esse facto.

Não chegou ainda ao extremo de ficar deprimida ou ao ponto de tomar medicamentos ou fazer psicanálise - luxos  que estão para lá das suas possibilidades - mas que às vezes anda desanimada, é um facto!

Numa das nossas últimas conversas, conseguiu arranjar coragem para me fazer uma confidência e ao mesmo tempo, formular um pedido:

A confidência:  Fica triste (mas ao mesmo tempo feliz) quando chega a altura dos donos irem de férias e verifica que estes hesitam , adiam e quase sempre desistem de grandes ausências, por sua causa - para que não fique sozinha e privada dos mimos e atenções a que desde sempre a habituaram... 

(É claro que se sente uma privilegiada , por ser o alvo de tanta consideração, até porque do seu posto de observação, vê passar à sua porta nessa época do ano, dezenas e dezenas de colegas da sua espécie, abandonados pelos racionais donos, que de forma irracional, optaram pela solução egoísta e desumana de os deixar entregues a si mesmos...)

O pedido: Que os homens que mandam numa Organização que se chama INATEL - ela ouviu o dono dizer que era sócio há vários anos e que gostaria de passar férias num dos seus Centros - criem condições para que  os donos de animais de companhia como ela não se vejam, na altura em que procuram  descansar de um ano de trabalho e canseiras, perante o dilema de terem que  optar entre ficar por casa ou ir, abandonando-os à sua sorte...

Claro que eu aceitei imediatamente ser o portador deste pedido, que a mim me deixa muito sensibilizado e que sinceramente, espero sensibilize de igual modo os responsáveis do INATEL...

Confirmo que sou sócio há muitos anos, sem nunca ter utilizado em altura de férias qualquer dos muitos Centros de que dispõe - nem sempre pelo motivo indicado pela minha Lara, mas nos últimos anos, seguramente!

Julgo também, que num ou noutro Centro, nem sempre será fácil atender esta pretensão , mas se tal for conseguido em parte deles, já todos ficaremos a ganhar - os irracionais de companhia e os racionais acompanhados sócios do INATEL

publicado às 23:32

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D