Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VOTO DE SILÊNCIO...

 

Às vezes é bom lembrar...

A propósito dos muitos possíveis arguidos no processo Casa Pia - que só não o foram por força do seu estatuto social e político - é bom recordar este "famoso" e as tentativas que fez para silenciar uma das vítimas.

Em vez de se armarem em virgens inocentes e ofendidas, o que os arguidos que foram condenados em primeira instância deveriam fazer, era abrir de facto a "caixa de Pandora" e deixar correr a tinta. Pode ser que na divisão de culpas com muitos outros famosos e influentes, eles até conseguissem ganhar alguma coisa.

Preferiram no entanto fazer "voto de silêncio", por isso parem de se queixar!


Jaime Gama, presidente da Assembleia da República, apresentou uma queixa particular por difamação e injúrias, contra o jovem que referiu o seu nome no decorrer da investigação do mega-processo Casa Pia. Depois do Tribunal Criminal de Lisboa absolver o ex-casapiano em Junho de 2008, o dirigente socialista recorreu, mas esta quinta-feira soube-se que o Tribunal da Relação de Lisboa manteve a decisão da primeira instância.

IOL-30 Abril 2009

publicado às 13:36

A "FACE OCULTA" DO PRECESSO CASA PIA...

(...)  Em entrevista esta noite à TVI24, o advogado José Maria Martins, que defendeu Carlos Silvino (Bibi) no processo Casa Pia, afirmou que o Partido Socialista (PS) e a maçonaria interferiram no processo e defendeu os seus homens porque há nomes que não foram a julgamento só porque os crimes prescreveram.

«É pena que não tenham sido julgadas mais pessoas, havia mais pessoas que na nossa óptica deviam ser julgadas. A investigação foi perturbada por uma pressão enorme do poder político junto da Polícia Judiciária, dos juízes do Ministério Público», afirmou.

«Na Assembleia da República, o Partido Socialista modificou a legislação e fez tudo para defender os seus homens e a prova é esmagadora: penso que Paulo Pedroso devia ter ido a julgamento e mais penso que Ferro Rodrigues e Jaime Gama deviam ter exigido ser julgados porque só a prescrição dos factos que lhes foram imputados é que permitiu que não o fossem», acrescentou José Maria Martins.

O advogado explicou que «o que os jovens disseram no processo em relação a Carlos Cruz, Carlos Silvino e Paulo Pedroso também disseram em relação a Ferro Rodrigues e Jaime Gama». (...)


Pois é...

"Empanturrados" até à saciedade pelas reportagens televisivas, já todos tínhamos reparado que no grupo dos facínoras faltava muita gente - quiçá bem mais culpada do que estes e que só ali não esteve, pelas razões que todos conhecemos!

Só os ingénuos é que ainda acreditam que em Democracia, a Justiça é igual para todos...

Em Democracia talvez, mas não nesta democracia geneticamente manipulada!

Como escrevi noutra altura, existia no nosso subconsciente uma vaga esperança de que a condenação destes viesse a provocar a sua revolta soltando-lhes a língua relativamente ao muito que sabem sobre os outros, mas também sabemos que os Recursos que todos já anunciaram, ficam muito caros e vão ter de ser pagos por alguém: precisamente pelos outros!

publicado às 14:13

A CADEIRA VAZIA...

Para quem teve hoje (alguma) paciência para seguir de relance o início dos procedimentos relativos à leitura sentença do chamado Processo Casa Pia, ficou mais ou menos claro que esta "sentença", mais não é do que o primeiro degrau da escada que se segue e que os arguidos não vão de forma alguma prescindir de subir.

Aliás, lendo nas entrelinhas de algumas declarações dos mesmos ou dos respectivos defensores, a fase que hoje terá início, é mais um lanço dos muitos outros que a escada inevitavelmente terá - até à prescrição final...

É que ninguém já tem dúvidas de que a maioria dos arguidos tem patrocinadores com fôlego financeiro suficiente para esticar a corda até ao último milímetro do se alcance possível e "quem tem amigos não morre na cadeia" - sobretudo se esses amigos, seguramente poderosos e bem colocados, tiverem tudo a perder se deixarem de ser amigos!

Apesar de tudo, o dia de hoje tinha de ser vivido e é preferível que a ignomínia que significará a fuga ao cumprimento de qualquer pena pelos crimes cometidos, seja adiada para a próxima instância.

Portanto, pode-se concluir que no meio da raiva geral e da repulsa que o cidadão comum hoje não consegue deixar de exteriorizar, as expectativas são baixíssimas relativamente à Justiça final, sendo que a raiva aumenta quando através das reportagens conseguimos ver no lote dos criminosos, uma cadeira vazia que nos entra pelos olhos dentro!

Apesar dos tais amigos poderosos que todos têm e de que já falamos, o dono da cadeira vazia tinha-os mais poderosos que os seus "pares".

Hoje tem razão para repetir os festejos que fez quando foi libertado da prisão preventiva - ou talvez não, que o risco de algum dos "condenados" poder perder as estribeiras e "botar a boca no trombone" não pode ser totalmente descartado...


PS: Porque às vezes é bom relembrar o que já escrevemos sobre o assunto, aqui vai um recorte de um post que publiquei em 16 de Maio de 2009:

"Recebi hoje um comentário de blogueoliveiramartins a um dos meus post - As "ASPAS" DA DEMOCRACIA - publicado aqui e também aqui.

Ora bem... vamos lá esclarecer algumas dúvidas:

Eu critico - às vezes apetece-me mesmo zurzir - esta "democracia" que aceita ser controlada por "democratas" como Sócrates, Jaime Gama, Paulo Pedroso, Ferro Rodrigues e outros, que por cá andam, já andaram, ou pensam ainda andar e que deixam sempre atrás de si um odor tão intenso de "Freeport", "Cova da Beira" "Pedofilia" que os topamos à distância! (Antes que me esqueça, quero aqui deixar bem destacado o necessário "Disclaimer": não os acuso de nada porque não tenho provas que me permitam fazê-lo e mesmo que acusasse, seriam sempre inocentes até prova em contrário, com a respectiva condenação e trânsito em julgado, blá, blá, blá...)"

publicado às 13:57

A "DESCANONIZAÇÃO" É POSSÍVEL?

Tribunal de Instrução decide não levar a julgamento jovens processados por Pedroso

O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa decidiu não levar a julgamento seis jovens que foram processados pelo ex-deputado socialista Paulo Pedroso por alegada difamação e falsidade de testemunho no julgamento do caso Casa Pia, disse hoje à Lusa fonte ligada ao processo.


A ver se entendo:

- Os jovens - vítimas de pedofilia no Processo Casa Pia - envolveram desde início o deputado Paulo Pedroso neste tenebroso processo na sequência do qual ele foi mantido vários meses em prisão preventiva.

- Numa decisão de contornos mais que duvidosos - para a opinião pública, pelo menos - PP foi ilibado pela Juíza Ana Teixeira (tendo depois sido aclamado (e quase "canonizado") pelos seus pares naquela cerimónia verdadeiramente deprimente e chocante na Assembleia da República) após a sua saída da prisão.

- Interpôs de imediato uma acção por difamação, falsidade de testemunho e denúncia caluniosa, contra os referidos jovens, acção que foi mandada arquivar pelo DIAP de Lisboa.

- Requereu então a abertura de instrução do processo e foi na sequência dessa acção que o TIC de Lisboa veio agora tomar a decisão de não levar a julgamento os referidos jovens, em virtude de "não haver indícios que permitam concluir que os jovens prestaram falsos testemunhos contra Paulo Pedroso quando foram ouvidos em sede de julgamento".

Alguém me responda então (como se eu fosse um simples cidadão comum sem cartão do PS):

Se os jovens não prestaram falsos testemunhos contra Paulo Pedroso, ele não deveria estar como todos os restantes acusados no processo de  pedofilia a enfrentar a Justiça e não a representar o Povo na Assembleia da República?

Mas claro que esta (minha) dúvida só faria realmente sentido, se não estivéssemos no "Portugal de Sócrates" e se não existissem no nosso sistema de Justiça juízes como Ana Teixeira...

Será que depois disto a acção interposta por "São" Paulo contra o Estado pedindo uma indemnização choruda pela prisão preventiva "ilegal" ainda tem pernas para andar?

 

publicado às 10:59

"FATO" POR MEDIDA...

É tamanho o estado de degradação da nossa vida social, tão baixo o nosso nível de auto estima  que daí resulta - ao constatarmos a corrupção que anda à solta por aí, o aumento preocupante da criminalidade violenta e do sentimento de insegurança,  o enriquecimento ilícito, a fuga ao Fisco - que às vezes temos a tendência para culpar a Justiça por tudo isto: Os juízes apressam-se nos Processos envolvendo “peixe miúdo”, mas arrastam até à “exaustão final" aqueles onde os visados são “caça grossa”, “tubarões” e outros “ões”.

É uma análise demasiado simplista, um erro em que muitos incluindo eu próprio, por vezes caímos – porque os Juízes trabalham com as “ferramentas” que outros lhes preparam.
E esses “outros” sim, são os verdadeiros culpados pelo estado calamitoso a que chegamos - a classe actualmente mais desacreditada na Sociedade, aquela que em qualquer sondagem digna desse nome, fica “abaixo de cão” (sem ofensa para o nobre animal que muito prezo) na opinião da esmagadora maioria dos interrogados – a classe dos POLÍTICOS!
(Claro que como em todas as classes, há honrosas excepções, mas essas só confirmam a regra).
São eles, que na maioria das vezes, arvorando-se em especialistas "disto, daquilo e daqueloutro” se aventuram “além da chinela” parindo Leis que às vezes logo no primeiro teste se verifica não passarem de autênticos abortos. Têm Universidades – Públicas e Privadas - especialistas eméritos nas mais variadas áreas do Direito a quem podiam encomendar o trabalho especializado, reservando para si próprios unicamente a decisão política sobre o assunto, mas não! Preferem ser eles próprios a fazê-lo e como é óbvio, só podia sair burrice (na maioria dos casos).
Mas por mais estranho que isto possa parecer, esta ainda é a parte menos grave – parirem Leis imbecis, pela simples razão de eles próprios o serem.
Pior, bem pior mesmo, é quando eles se esmeram mais no trabalho (às vezes conseguem fazê-lo), quais artistas de “alta costura” e se abalançam na confecção do "fato por medida" – da sua medida e na dos mais dilectos amigos.
Aí sim, o problema complica-se, porque deixam tantos bolsos falsos no "fato" que o mais certo é os processos arrastarem-se de artimanha em artimanha (às vezes chamam-lhe “Código de Processo...”) até que ocorra inevitavelmente  a “santa prescrição” antes que qualquer Juiz, por maior vontade que tenha de ser justo, possa fazer alguma coisa em  contrário. Claro que esta “arte” de contornar a Justiça, por exigir uma enorme disponibilidade de meios humanos e financeiros, só está ao alcance dos poderosos, razão pela qual, são  os criminosos “rafeiros” a verem os seus processos a passarem à frente de todos os outros…
publicado às 23:39

UM PAÍS DOENTE...

Casa Pia
Jaime Gama volta a perder processo de difamação
O Tribunal da Relação de Lisboa deu razão ao ex-aluno da Casa Pia acusado por Jaime Gama de difamação, no âmbito de um recurso interposto pelo presidente da Assembleia da República depois de já ter perdido o processo em Junho do ano passado - SOL hoje

Deixa-me cá ver se percebo: A segunda figura da Nação (convém não esquecermos que é ele que substitui o PR em caso de ausência ou impossibilidade) perdeu - pela segunda vez - um processo por difamação contra o antigo aluno da Casa Pia, quando foi acusado por este, de pedofilia - acusação que também envolvia o embaixador Ferro Rodrigues e o "embaixador" Jorge Rito...

O Tribunal considerou improcedente o recurso de Jaime Gama - o que, por exclusão de partes, atribui consistência ao testemunho do jovem? É só para perceber...

O que vale, são as "santas" prescrições, senão tínhamos que começar a construir celas VIP nas nossas melhores cadeias!

Assim vai o País...

publicado às 20:51

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D