Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

TRANSPARÊNCIA SOLIDÁRIA - ALIMENTE ESTA IDEIA...

Captura de ecrã 2015-03-3, às 17.31.33.png

Vou falar novamente num assunto que já aqui abordei, mas que pelos vistos e infelizmente, está longe de estar esgotado: a Plataforma Solidária de Alfena.

 

Começo com uma declaração prévia, dizendo que são inegáveis as potencialidades do equipamento e são também inegáveis - infelizmente - os motivos de ordem social que justificam a sua existência.

E o pior que poderia acontecer para aqueles que recorrem à sempre escassa ajuda que ali se disponibiliza, seria que a mesma pudesse ser posta em risco por falta de transparência, por gestão menos correcta dos apoios recebidos ou por desrespeito pelas regras de boa gestão e de boas práticas que até mesmo este tipo de equipamentos não está dispensado de cumprir.

 

Posto isto, é pena que dos parceiros fundadores do protocolo tripartido - Câmara Municipal, Junta de Freguesia e Associação Viver Alfena (AVA) - só restem os dois primeiros, depois do abandono da única IPSS, em ruptura com o "sistema de gestão" a que Arnaldo Soares já há muito habituou os alfenenses.

Aliás e em bom rigor, acho mesmo que devo corrigir 'em baixa' o número de parceiros que mencionei, porque há  apenas um que põe e dispõe sobre a gestão do equipamento: a Junta de Freguesia.

 

Há muitas dúvidas relativamente ao que acabo de dizer e que gostaria de ver esclarecidas, algumas já colocadas directamente à Câmara e outras, no âmbito da Assembleia Municipal, Órgão a que pertenço e para as quais gostaria de obter uma resposta urgente e "não redonda" - para que a Solidariedade de que muitos alfenenses tanto precisam nunca fique em causa:

 

- Sendo a gestão assegurada por duas entidades administrativas - Câmara e Junta - em que rubricas dos respectivos Orçamentos encaixa e quais as respectivas dotações;

 

- Funcionam no mesmo espaço físico a Academia Sénior (Câmara) e Escola Sénior (Junta), que por algumas notícias comentadas entre dentes por muitos que preferem (por enquanto) manter o anonimato têm muitos 'pontos de contacto' com o projecto solidário, colaborando pontualmente com ele mas beneficiando também do mesmo -  como parece ter sido o caso da última "feijoada solidária".

Que "contabilidade" é que é feita para determinar os custos reais da estrutura das "Seniores" e como são repartidos entre a Câmara e a Junta;

 

- Que protocolo de base existe - se é que existe - com a Segurança Social e/ou com o fundo distrital de apoio social, dado o tipo de ajudas que são recebidas pela Plataforma e que tipo de escrutínio é que é feito por aquele/s Organismo/s relativamente ao tipo  de gestão na distribuição/atribuição das mesmas;

 

- Que tipo de meios humanos estão alocados às "Seniores" e à Plataforma Solidária - em separado - respectivos encargos e forma de distribuição entre os dois parceiros;

 

A Plataforma Solidária de Alfena merece que todas as dúvidas que têm vindo a ser colocadas sejam cabalmente esclarecidas. Ou seja, merece acima de tudo ser gerida de forma transparente - porque não existe nenhum motivo válido que impeça a Solidariedade de ser transparente!

 

 

 

publicado às 16:18

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D