Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

TUDO COMO DANTES NO QUARTEL DE... VALONGO!

 

mala.jpg

Já deixei de gastar tempo a colar "etiquetas" ao irrelevante presidente - oops, escapou-me a  "irrelevante" - ao presidente da Câmara de Valongo.

De facto ele já disse tudo e o seu contrário sobre quase tudo e com isso transformou-se em algo que pode ser comparado àquelas malas de viagem retro só  que, em vez de nomes de países ou cidades, ele optou por "tatuagens" do género:

"Sou contra o 'faroest' urbanístico" / "sou a favor da corrupção da Novimovest em Alfena" / "sou a favor da transparência" / "sou contra o concurso público para os serviços jurídicos da Câmara" / "sou a favor das boas práticas" / "mas escolho para meu 'assessor informal' um funcionário condenado a três anos e meio de prisão por corrupção" / "e também mantenho em funções um fiscal punido disciplinarmente e com processo em curso no Ministério Público - por corrupção"...

 

E podia seguir enumerando exemplos vários de tudo e do seu contrário, tantos - "post-it" que a epiderme de José Manuel Ribeiro não chegaria para os colar!

 

Mas há coisas que mexem com o dia-a-dia dos munícipes e que não se compadecem com este registo de denúncia morna que por aqui vou fazendo - embora alguns me digam o contrário, isto é, que às vezes até sou cáustico demais...

 

Avanço para já dois casos que merecem seguramente um sublinhado a vermelho:

 

1. José Manuel Ribeiro teima em manter - por razões mais que óbvias - a empresa municipal Vallis Habita, com uma equipe que ninguém sabe muito bem o que faz e que justifique o respectivo Orçamento - se eu que sou deputado municipal não 'faço a mínima', o que dizer da generalidade dos munícipes? - mas que não faz seguramente uma boa gestão do parque habitacional do município, a não ser naquela parte de funcionar como "mealheiro" onde já acumula um valor que ronda o milhão de Euros!

Portanto, a Vallis Habita para além do papel aconchegante de "almofada fofa" do presidente, pouco ou nada representa em termos de benefício para os moradores do parque habitacional detido pelo município. Tivemos disso um bom exemplo na última reunião pública da Câmara.

 

2. As Águas de Valongo (BeWater), deixaram há muito de ser uma inofensiva borbulha enquistada na epiderme municipal e evoluíram para uma avançada necrose purulenta que o presidente prometeu - antes de Setembro de 2013 - colocar à cabeça na "lista de espera das cirurgias urgentes".

Assim não foi nem pelos vistos será, pelo menos a curto prazo.

Extinguiu os SMAES e o seu Conselho de Administração, sem ter o cuidado de o substituir pelo órgão sucedâneo nos termos da Lei - a Comissão Fiscalizadora.

Eu votei contra esse erro na Assembleia Municipal - com voto de vencido - e pelos vistos, caros colegas deputados, sobretudo os do grupo municipal do PS, o tempo está a dar-me razão!

Não admira portanto que os nossos irmãos chineses da BeWater se considerem os novos "donos disto tudo" fazendo o que lhes apetece com a concessão, impondo taxas que a Lei não permite, ou que pelo menos obriga a fundamentar economicamente, adoptando práticas verdadeiramente condenáveis como seja por exemplo, mandar um técnico a um determinado condomínio em Alfena para cortar a água numa fracção - por falta de pagamento - usando a esperteza saloia de tocar na campainha de outro morador dizendo que era para "contar a água". Enquanto esse morador se vestiu (ou calçou) para descer as escadas, já o 'espertinho' estava a milhas depois de efectuar o corte.

Claro que não se trata de defender quem não cumpre as suas obrigações, mas existem regras e neste caso elas não foram respeitadas: há uma administração de condomínio e ela seria a entidade indicada para abrir a porta ao funcionário - no caso do morador em falta não atender - depois de comprovado o aviso ao morador em questão, nos termos da Lei.

 

Portanto, caros valonguenses e infelizmente, "tudo como dantes no quartel de Abrantes" - neste caso de Valongo...

 

 

publicado às 00:40

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D