Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO - A 'VERBORREIA' INCOMODA MAS OS SILÊNCIOS DOEM...

Captura de ecrã 2020-01-19, às 15.22.34.png

Que os Deuses tenham compaixão destas duas alminhas penadas!

 

Entre os verborreicos, disléxicos e vazios discursos da ministra da Saúde e do presidente da Câmara de Valongo fica-nos o lamentável registo para memória futura da redundante 'inauguração' do Centro de Saúde de Campo.

 

Funciona há vários meses mas a sua 'inauguração', bem como a de duas 'unidades de saúde oral' na Bela-Ermesinde e em Valongo eram 'acções' que estavam a faltar no porte-fólio do candidato à distrital do Porto do PS.

 

E entre o espanto e a revolta...

 

Nesta eterna busca de 'pompa e circunstância' - parte dela e como já vimos, em diferido - não é que ambos se  esqueceram do essencial, daquilo que na vida real mais interessa às populações?

 

Em Alfena, esta eterna esquecida e marginalizada pela Câmara - aquela de todas as freguesias do Concelho onde o 'império do socialismo maçónico cor de rosa velho' ainda não manda - para além do Orçamento municipal já só chegar em ínfima parcela daquilo que seria expectável em termos de equidade, também o governo da Nação se esquece que tem uma Unidade de Saúde Familiar a 'envelhecer' há meses e à espera de ser inaugurada/colocada ao serviço das populações!

 

A Ministra veio a Valongo, mas não faz a mínima ideia de quais sejam as verdadeiras e concretas necessidades das populações deste 'subúrbio' - Alfena no caso concreto - nem ninguém se preocupou em a pôr ao par das mesmas!

Esquecidos pelo poder dito de proximidade(?) e agora também pela representante do poder central, cá continuaremos como sempre neste 'cu do mundo', à espera da Saúde concreta e definida e dos meios concretos e definidos para a assegurar concretamente...

 

As duas alminhas falaram, falaram, e no final das contas e feito o balanço da conversa redonda do costume, nem uma referência, por sucinta que fosse, à nova Unidade de Saúde Familiar de Alfena!

 

Construída e há muitos meses, repleta de equipamento ainda embalado e à espera de ser instalado para servir todos aqueles aos quais se destina, continuaremos à espera de ver anunciada a data da sua abertura.

 

Mas se não tiverem vaga na vossa agenda, pois que não seja por isso...

 

Tal como aconteceu em Campo, deixem lá a pompa e a circunstância das fotos e do corte das fitas e ponham este equipamento ao serviço!

Os mais doentes e fragilizados, os mais seniores bem como todos os restantes a quem a subida íngreme da Rua Comendador Matos também já vai custando, estarão seguramente a borrifar-se para as estratégias de curto ou médio prazo, quer do lamentável presidente quer da igualmente lamentável ministra!

 

publicado às 11:38

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D