Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO DA NOSSA REVOLTA...

No próximo dia 27 de Abril às 21,00 horas, no salão nobre da Câmara, terá lugar mais uma sessão ordinária da Assembleia Municipal de Valongo e cujo ´cardápio' é o que consta do recorte seguinte:

rec1_AMV.png

Os assuntos constantes dos pontos 2.3 e 2.4 prefiguram novos, graves e lamentáveis avanços em relação a duas concessões que vêm sendo 'empurradas com a barriga' desde os tempos de desgraça do reinado de Fernando Melo. São eles e pela mesma ordem:

 

Captura de ecrã 2017-04-14, às 12.06.47.png

 

Concessão das águas e saneamento

 

A BeWater, tal como já acontecia com a Veolia, é uma espécie de Órgão de Poder' paralelo mas tacitamente aceite por todos os eleitos de 4 em 4 anos para (des)governar a Câmara.

Lamentavelmente, o actual inquilino que durante muito tempo andou a zurzir esta concessão, mal chegou ao poder, a primeira coisa que fez foi juntar-se aos 'senhores feudais' que se têm marimbado nos interesses do munícipes e do Município, que continuam a não resolver graves lacunas ao nível do saneamento básico - veja-se por exemplo o que se passa com as situações que da ETAR de Ermesinde e das descargas directas para o Rio Leça em Alfena e que eu tenho vindo a denunciar.

Uma primeira tentativa de reequilíbrio económico-financeiro foi inviabilizada pela Câmara resultanto dessa decisão a constituição de uma comissão paritária para derimir o conflito.

A BeWater tem sido um bom parceiro no financiamento das festas e festinhas do actual presidente - 'há Festa na Aldeia' por exemplo -  e portanto, nunca se poderia esperar dele qualquer tipo de solidariedade especialmente activa para com os seus munícipes.

Da parte do PSD e apesar do actual momento eleitoral até o aconselhar, a verdade é que mais não fosse pelo respeito em relação à memória histórica dos anos de desgraça de Fernando Melo, nunca poderia haver uma oposição forte à posição da concessionária.

Resta do lado do Povo a 'oposição mais pequena' - CDU e BE (apenas na Assembleia) e eu próprio - pelo que os munícipes lá vão ter de dar o 'porco' do costume à BeWater recebendo em troca o também conhecido e  minúsculo 'chouriço' de um tarifário especial para uma minúscula franja de população.

 

Captura de ecrã 2017-04-14, às 12.12.33.png

 

Concessão do estacionamento de duração limitada em Valongo e Ermesinde

 

Mais um negócio ruinoso saído dos 'anos da desgraça' que tem andado a arrastar-se pelas barras da Justiça e que o actual presidente tanto criticou no passado recente.

Só que o poder muda muita coisa, até as mais profundas convicções(?) e neste caso o presidente segue a mesma linha de raciocínio da decisão relativa à concessão anterior - "Se não os podes (ou não queres) vencer  junta-te a eles"...

 

A Parque VE - Gestão de Parques de Esacionamento SA - no aditamento ao contrato negociado com o actual executivo, verá 'convenientemente assegurados' os seus interesses:

- Continuará a não respeitar o interesse dos moradores, não lhes reservando quaisquer direitos especiais no estacionamento junto às suas casas;

- Continuará a beneficiar do 'crédito de confiança' por parte da Câmara em relação ao efectivo controlo das receitas dos parques e parquímetros;

- Os seus agentes de fiscalização continuarão a fingir que são polícias e até se admite no clausulado a possibilidade encapotada de os mesmos poderem bloquear viaturas e procederem ao reboque das mesmas para parques a isso destinados;

- A Concessionária continua a actuar em moldes do tempo da 'idade da pedra' no que toca ao acesso aos parquímetros - app's como a VIA VERDE já disponibilizadas por várias Câmaras do País (Maia e Porto por exemplo) nem sequer são equacionadas.

- Quem falha no recarregamento do parquímetro (porqque está numa consulta médica, na cadeira do dentista, numa entrevista de emprego por exemplo) é tratado da mesma forma que aqueles que pura e simplesmente estacionam sem meter qualquer moeda inicial.

 

Assim NÃO! 

 

Se a oposição tiver VERGONHA no próximo dia 27, pelo menos este aditamento será devolvido ao executivo para reformulação e para que os efectivos interesses dos munícipes possam ser melhor defendidos.

 

 

 

 

publicado às 10:35

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D