Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO - DE GEORGE ORWELL...

Sobre o negócio escuro envolvendo os terrenos 'surripiados' aos anteriores proprietários por 'tuta e meia' - afinal, estavam em área REN e 'tuta e meia' era mesmo o valor justo - quero acrescentar ao muito que já escrevi, o seguinte:

 

Afinal, como logo a seguir - minutos depois da venda, para sermos mais precisos - ´tuta e meia' não era o valor justo, conforme ficou plasmado na escritura seguinte e graças a um documento precioso que apareceu apenas naquele momento.

Em linguagem pura e dura, pode-se portanto afirmar que os proprietários foram ROUBADOS e se não estivéssemos em Portugal, isso seria CRIME.

 

Mas como se o crime de roubo não bastasse, veio a seguir o crime de enriquecimento ilícito com a apropriação de parte do produto desse roubo pelo conhecido "testa de ferro" do 'criminosos - o grupo NOVIMOVEST/SANTANDER.

 

E como 'não há dois (crimes) sem três', vem a seguir o não menos grave de todos, o ATENTADO AMBIENTAL consubstanciado  no corte de toda a vegetação, na terraplanagem gigantesca que se lhe seguiu, na alteração de cotas, na movimentação de milhares de toneladas de inertes e na passagem 'à clandestinidade' do ribeiro de Junceda, sendo que de tudo isto não se conhece nenhuma acção da Câmara instaurando contra-ordenações, impondo o embargo dos trabalhos cobrando enfim - ao menos isso - pesadas coimas a favor do erário público.

 

A Chronopost veio logo a seguir para a pequenina parte do ATENTADO que foi destacada através de um processo de excepção ao PDM e lá está.

E talvez porque se sinta só, a Câmara tirou hoje da púcara o coelho há muito prometido da plataforma logística da Jerónimo Martins, que de tão marinado já fede que se farta - a CORRUPÇÃO, evidentemente!

Está agendada para a reunião pública de Câmara - próxima quinta-feira às 15:00 horas - a assinatura de um contrato de Urbanização com a JMR - subsidiária do grupo Jerónimo Martins - e envolvendo ainda a Novimovest.

 

Nem mais!

 

José Manuel Ribeiro esquece tudo o que foi denunciado à altura em todos os Jornais e Televisões e que se enconta aliás pendente para apreciação do Ministério Público através de algumas queixas, esquece a omissão de acção da Câmara de Fernando Melo, esquece o favorecimento ilícito, esquece o envolvimento no negócio de técnicos da Câmara ainda ao serviço, esquece o respeito pelos eleitores que determinaram a mudança de poder em Setembro e resolve apresentar a grande (promessa de) vitória que é a de trazer o merceeiro-mor para Alfena a troco da (mirífica) garantia(?) da criação de emprego!

José Manuel Ribeiro começou mal - porque começou pelo fim e quem começa pelo telhado não constrói casa que se veja... 

Enquanto não esclarecer todos os crimes que antecedem este contrato, José Manuel Ribeiro está a agir à margem da Lei.

Enquanto não garantir que o dono do terreno é uma entidade de bem, enquanto não assegurar alguma forma de reversão do enriquecimento ilícito em favor do erário público, o presidente de Câmara está a ser igual aos que o antecederam e isso ninguém lhe perdoará!

 

Já agora, seria interessante que esclarecesse o seguinte:

 

- Tem alguma procuração do seu colega de Santo Tirso para o representar neste negócio?

- Pode explicar porque estranha transumância é que terrenos de do "Vale do Porco", entre outros, saltam de Água Longa, Santo Tirso, para Sobrado/Campo?

(Só para que saiba, eu tenho as escrituras de compra e também as de venda - que aliás são públicas).

- Como é que se conseguiram 'martelam' os registos matriciais iniciais?

- O seu colega de Santo Tirso sabe disto?

 

O recorte:

 

 

 Começam a ser demasiado preocupantes algumas semelhanças  de Valongo com a alegoria de George Orwell - a 'Animal Farm' ou o 'Triunfo dos Porcos'...

publicado às 21:18

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D