Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO DO NOSSO DESCONTENTAMENTO - 'SILÊNCIOS' QUE DOEM...

 

Publiquei há pouco na minha página do Facebook o texto que se segue - um grito de revolta que é ao mesmo tempo a manifestação da minha profunda decepção com alguns - não todos - "compagnon de route" de Setembro de 2013.

 

Por mim continuo a fazer tudo para honrar o projecto que todos abraçamos e que era o de MUDAR VALONGO, embora apenas na modesta proporção de quase único a fazê-lo...

_______________________________________________

 

Quero partilhar aqui a decepção com que me debato, pelo facto de muitos - não de todos valha a verdade - dos meus recentes "compagnon de route" de Setembro de 2013 se terem remetido a um envergonhado, ou pior do que isso, comprometedor silêncio cúmplice relativamente ao que se está a passar na Câmara socialista de Valongo.


Como é possível assistir de forma neutra ou subserviente - ainda que se aceite que as habituais fidelidades partidárias possam impor alguma contenção - que um presidente socialista se arrogue o direito de negar informação relevante a um deputado municipal - ainda por cima eleito na sua lista - obrigando-o a recorrer à CADA para fazer valer os seus direitos?


Como é possível ficar em silêncio, como se nada de novo tivesse ocorrido, depois da decisão arrasadora da CADA, que obrigou a Câmara a disponibilizar toda a documentação de forma gratuita?


Como é possível fingir - relativamente ao PDM - que está tudo bem, quando se sabe que o presidente socialista da Câmara chamou a si a tarefa de consolidar de forma inexplicável o maior processo de corrupção de que há memória em Valongo e para garantir que tudo corre a seu favor declarou expressamente que imporá aos seus deputados na Assembleia Municipal 'disciplina de voto'?


Como é possível aceitar de forma pacífica e silenciosa, que o presidente socialista de Valongo se tenha rodeado, relativamente à discussão pública do PDM, de uma esquipa que inclui um técnico superior condenado a três anos e meio de prisão (pena suspensa) por corrupção no exercício das suas funções?


Como é possível aceitar que um presidente socialista favoreça da forma desavergonhada que está a fazer, o prevaricador Novimovest que se deu ao desplante de devastar 52 hectares de área REN em Alfena - o tal conjunto de documentos que eu exigi e me foram recusados numa primeira fase e finalmente entregues em mão anteontem na minha residência às 21:00 horas por um motorista da Câmara, prova-o - fingindo que o abuso não existiu?


E que não está a decorrer em Tribunal um processo sobre o crime que transformou toda área abusada em área construtiva?


É que a área destinada à plataforma logística da Jerónimo Martins - a 'menina dos olhos' de José Manuel Ribeiro - terá apenas cerca de 10 hectares e a área total do FAVORECIMENTO ILÍCITO é, como já vimos, muito maior!


Caso para perguntar: O que é que faz correr José Manuel Ribeiro e o que é que tolhe a revolta dos muitos que assistem à sua criminosa corrida sem reagir?

publicado às 14:07

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D