Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

A TERRA COMO LIMITE...

UM ESPAÇO ONDE ESCREVEREI SOBRE TUDO, SOBRETUDO, SOBRE TUDO QUE SEJA CAPAZ DE CAPTAR A MINHA ATENÇÃO. UM ESPAÇO ONDE O LIMITE NÃO LIMITA - APENAS DELIMITA.

VALONGO DO NOSSO DESCONTENTAMENTO (actualiz.)

20150416_155309.jpg

 

Hoje foi dia de reunião pública de Câmara...

 

É cada vez mais um acto de pura militância cívica ir a estas reuniões e hoje não podia ser excepção.

 

90% do tempo foi gasto em 'futebóis (litígio em torno do estádio dos Sonhos - ESC 1936), recusa de apoio financeiro ao Alfenense e assuntos afins'.

 

Vou começar pelo 'registo de interesses' politicamente incorrecto que já todos conhecem mas eu quero repetir:

 

Reafirmo que tendo em conta o actual estado de indigência das finanças da Câmara de Valongo e as múltiplas e urgentes carências a que tem de atender, sou frontalmente contra a 'festa e a festança, o financiamento dos futebóis e as actividades afins' de que José Manuel Ribeiro tanto gosta.

 

Posto isto, tenho abertura mental suficiente para reconhecer que quando a actual Câmara de Valongo financia este tipo de actividades e infra-estruturas desportivas em algumas freguesias, cria inevitavelmente expectativas de sinal contrário noutras onde o vazio de investimentos tem sido quase absoluto e que portanto têm todo o direito a serem atendidas de forma equitativa.

 

Eu explico melhor...

 

Se houve dinheiro para os estádios de Valongo, Campo e Sobrado, se há intenção de negociar com o Abílio de Sá o litígio em torno do estádio dos Sonhos com base num pagamento de 300 mil Euros em dinheiro mais dois terrenos em Valongo num valor total superior ou próximo de 1 milhão de Euros, então Alfena nunca perceberá aquilo que José Manuel Ribeiro disse hoje: "a Câmara no momento actual não pode ajudar o Alfenense com 100 mil Euros para a parte que lhe cabe num investimento que candidatou a fundos comunitários e que foram aprovados, num valor de 600 Euros!

 

(Abro um parêntesis, por uma questão de justiça para com o ESC 1936, para dizer que em boa verdade a Câmara não tenciona coisa nenhuma dar à Imosá os tais 300 mil Euros e mais os dois terrenos!

O que José Manuel Ribeiro tem feito, não é mais do que boicotar deliberadamente qualquer hipótese de acordo com Abílio de Sá:

Dizer que o advogado da referida empresa e o próprio empresário andaram a enganar o executivo anterior e que nunca tiveram intenção de fazer um acordo sério, é tão simplesmente romper unilateral e sub-repticiamente as negociações, para depois poder alegar "estão a ver? Eles é que não querem negociar!". Fecho parêntesis).

 

Portanto...

 

Quem pensava que o compadrio e o favorecimento de algumas freguesias em desfavor de outras dos tempos de Fernando Melo tinha acabado com a vitória do projecto MUDAR VALONGO nas eleições de Setembro de 2013 pode começar a interiorizar de forma definitiva - ou pelo menos enquanto José Manuel Ribeiro estiver no poder - que não mudou coisa nenhuma ou se mudou, foi para pior!

 

Ermesinde continuará a assistir à novela "Câmara de Valongo contra Abílio de Sá - 0-0 ao intervalo" e em risco de ser despejado judicialmente a qualquer momento.

O Alfenense esse, se não quiser perder os tais fundos comunitários de 600 mil Euros terá de procurar outro parceiro que não a Câmara para financiar os tais 100 mil de que terá de dispor.

 

João Paulo Baltazar até sugeriu uma possibilidade de arranjar os tais 100 mil Euros que a Câmara diz não ter mas tem.

Bastaria ir ao bolo de 135 mil destinados às obras de acabamento interiore no edifício de Faria Sampaio em Ermesinde e que tão contestadas foram na altura em que foram discutidas na Assembleia Municipal, mas como se trata de Alfena, José Manuel Ribeiro assobiou para o ar e chutou para canto - ou pelo menos pareceu-me...

 

A reunião pública de hoje teve direito à presença de membros da estrutura partidária do PS local.

 

Espero caros amigos, que tenham saído bem elucidados sobre a qualidade do vosso presidente socialista e sobre a forma atamancada como conduz as reuniões de Câmara e gere os interesses do burgo.

_______________

 

PS:

Importa lembrar que Alfena não tem 'estádio municipal'. O principal dinamizador desportivo é o ACA (Atlético Clube Alfenense) e o complexo desportivo que possui foi construído com (quase) nenhuns apoios da autarquia. 

Mesmo não considerando os 'futebóis e afins' prioritários, é difícil não nos revoltarmos com esta desigualdade de tratamento!

publicado às 19:48

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D